Após o lançamento do trailer de Capitão América: Guerra Civil, os diretores Joe e Anthony Russo conversaram com a Empire sobre a prévia e os temas abordados no filme.

Como não poderia deixar de ser, eles falaram sobre a Guerra Civil e o impacto dela nas relações pessoais entre os heróis: “Você não pode ter um personagem chamado Capitão América sem examinar a política do que isso significa, especialmente nos dias de hoje”, começou Joe Russo.

“Os heróis desse universo operam sob suas próprias regras, não sob as diretivas de um governo, e isso pode causar muitos problemas. Abordamos um certo nível de imperialismo no filme – que direito os superpoderosos têm de usar seus poderes, mesmo que seja para fazer o bem? Como você governa esse tipo de poder?”.


“O desafio foi adaptar a história da Guerra Civil, que todo mundo sabe se tratar do registro de super-heróis”, emendou Anthony Russo. “E de muitas maneiras isso pode se tornar um assunto político, e não queríamos que o conflito do filme existisse unicamente nesse nível. Nós queríamos descobrir quais as razões muito pessoais que levaram o relacionamento de todos os heróis a se tornar complicado com essa ideia de registro. Isso foi o que nos permitiu construir a relação entre Steve e Bucky”, concluiu.

Para a mesma publicação, os diretores confirmaram a mudança da Lei de Registro de Super-Humanos em relação aos quadrinhos, que será chamada de Acordos de Sokovia no filme – entenda aqui.

Os melhores momentos do primeiro trailer

Heróis duelam nos primeiros cartazes

Veja mais de 60 imagens do primeiro trailer!

Capitão América 3 chegará aos cinemas brasileiros em 14 de abril de 2016, inaugurando a Fase 3 da Marvel.

O filme começa onde Vingadores: Era de Ultron parou, com Steve Rogers liderando a nova equipe dos Vingadores em seus esforços contínuos para proteger a humanidade. Depois que outro incidente internacional envolvendo os Vingadores causa danos colaterais, o aumento da pressão política resulta na instalação de um sistema de responsabilidade e um conselho governamental para determinar quando solicitar os serviços da equipe.

Quando o governo então cria um órgão para supervisionar os Vingadores, o super time de heróis se divide em dois. Um liderado por Steve Rogers e seu desejo em manter os Vingadores livres para defender a humanidade sem interferência do governo, e o outro que segue a surpreendente decisão de Tony Stark em apoiar o governo na fiscalização de seus atos. Enquanto a equipe está fragmentada, surge um novo e nefasto vilão.

O elenco traz Chris Evans como Capitão AméricaRobert Downey Jr como Homem de Ferro, Tom Holland como Homem-Aranha, Frank Grillo como o vilão Ossos Cruzados, Chadwick Boseman como Pantera Negra, Scarlett Johansson como Viúva Negra, Sebastian Stan como Soldado Invernal, Anthony Mackie como Falcão, Jeremy Renner como Gavião Arqueiro, Elizabeth Olsen como Feiticeira Escarlate, Daniel Brühl como Barão Zemo, Emily VanCamp como Agente 13, Don Cheadle como Jim Rhodes/Máquina de Combate, Paul Bettany como Visão, Paul Rudd como Homem-Formiga, William Hurt como General Ross e Martin Freeman.

Confira as oito maiores lutas do filme

10 coisas que você precisa saber sobre Guerra Civil

A direção ficou a cargo ds irmãos Joe e Anthony Russo, de Capitão América: Soldado Invernal e que vão assumir Os Vingadores 3.

Trailer legendado