Will Smith explica por que rejeitou faroeste de Quentin Tarantino

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Hollywood Reporter, Will Smith admitiu que rejeitar o papel de protagonista de Django Livre, o faroeste sulista de Quentin Tarantino, não foi uma decisão fácil.

No entanto, ele disse não ao cineasta “por causa da direção criativa da história”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Para mim, é uma história perfeita, do tipo que qualquer ator gostaria de fazer: um cara que aprende a matar para recuperar a esposa que foi levada como escrava”, pondera. “A ideia é perfeita. E era de Quentin. Eu quis tanto fazer esse filme, mas senti que a única forma de fazê-lo era se fosse uma história de amor, não uma história de vingança”, acrescentou Smith, confessando logo depois que não quis estrelar o filme por conta de suas cenas violentas.

“Violência gera violência. Eu não consegui identificar violência como resposta. O amor teria que ser a resposta”, reforçou.

Após a desistência de Will Smith, Jamie Foxx acabou ficando com o papel titular de Django Livre.

Os 8 Odiados é o próximo faroeste de Quentin Tarantino após Django Livre e chega ao Brasil em 7 de janeiro de 2016.

Por falar nisso, a Diamond Films trará o diretor e o ator Tim Roth ao nosso país para promoverem o filme. Os dois estarão no pais entre os dias 23 e 24 de novembro.

A trama se passa no estado de Wyoming em um cenário de pós-Guerra Civil Americana e mostra a dinâmica de um grupo de caçadores de recompensa em meio a uma tempestade de neve.

Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Jennifer Jason Leigh, Walton Goggins, Demian Bichir, Michael Madsen, Tim Roth e Bruce Dern formam o elenco de Os 8 Odiados.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio