James Cameron falou sobre o andamento das três sequências de Avatar em entrevista à Enternaiment Weekly.

“Estou no processo de revisão dos roteiros dos três filmes neste momento. Apenas refinando os textos, fazendo isso em paralelo aos designs. Essse processo dos designs está bem adiantado – nós temos feito isso por cerca de um ano e meio. Todos os personagens, cenários e criaturas estão praticamente prontos”, adiantou o diretor.

Questionado pelo site se o trabalho mais difícil já passou, o cineasta disse: “Não”, aos risos. Em seguida, ele confessou querer provar que a trilogia de Avatar pode ser melhor que o longa original, a maior bilheteria de todos os tempos.


“Você tem que desafiar a si mesmo. Obviamente, as expectativas serão muito altas para estes filmes, especialmente para Avatar 2, que tem de provar que o [sucesso do] primeiro filme não foi um golpe de sorte. Então, nós temos que cumprir essas expectativas. Mas eu criei uma boa base, assim me disseram”.

Depois de O Hobbit, a Nova Zelândia emprestará suas belas locações para os próximos três filmes de Avatar. A informação foi confirmada pela Variety.

Segundo o produtor Jon Landau, “Jim [Cameron, diretor] não está voltando para a Nova Zelândia por causa de seus incentivos fiscais. Parte da decisão é por causa disso, mas ele está voltando por causa da mão de obra especializada e dos incríveis talentos que tem lá”, acrescentou.

A Nova Zelândia já serviu de cenário para o início da franquia Avatar, que recebeu US$ 35,8 milhões de incentivos fiscais. No país, também foram rodadas as trilogias de O Senhor dos Anéis e O Hobbit.

Avatar 2 será a primeira de três sequências do longa original, lançado em 2009 e que se tornou a maior bilheteria de todos os tempos. Zoe Saldana e Sigourney Weaver já tiveram seus retornos confirmados.

James Cameron também volta para dirigir a trilogia. A primeira parte estreia nos cinemas em 2017.