Quentin Tarantino acusa Disney de prejudicar exibição de seu filme por causa de Star Wars

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quentin Tarantino está acusando a Disney de realizar práticas “extorsionistas e totalitárias” com o lançamento de Star Wars: O Despertar da Força.

Segundo o Hollywood Reporter, o estúdio se recusou a ceder espaço em uma famosa sala de cinema, o Cinerama Dome, para a estreia do novo filme do cineasta, Os 8 Odiados, no formato especial de 70mm em 25 de dezembro. “Eles estão me fudend*”, disse Tarantino durante aparição no programa The Howard Stern Show.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Disney reservou há meses o espaço para a exibição de Star Wars 7 até o Natal, enquanto a Weinstein Co. (distribuidora de Os 8 Odiados) passou todos esses meses tentando convencer a rede de cinema Arclight Hollywood a ceder o lugar para o filme de Tarantino.

Quentin Tarantino alega que a Disney chegou a fazer chantagem para impedir a exibição de seu faroeste, ameaçando retirar O Despertar da Força de cartaz no Dome caso a Arclight cedesse o lugar para Os 8 Odiados.

Segundo o diretor, tal prática é “vingativa, cruel, e é uma extorsão. Isso é uma péssima notícia para o meu filme e me deixou puto da vida. Eles estão nos destruindo”, desabafou.

Em função disso, Os 8 Odiados será exibido em 70mm no esquema de roadshow por 100 salas norte-americanas antes de ser disponibilizado no formato digital em 31 de dezembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio