Star Wars: O Despertar da Força não deu chances a O Regresso, novo filme de Leonardo DiCaprio, e continuou em primeiro lugar nas bilheterias americanas pelo quarto fim de semana consecutivo.

O novo Star Wars faturou mais US$ 41,6 milhões, chegando a um total de US$ 812 milhões nos EUA em 23 dias e se tornando o primeiro filme da história do país a passar a marca de US$ 800 milhões.

Estima-se que o longa tenha fôlego para chegar aos US$ 3 bilhões e tirar de Avatar o título de maior bilheteria de todos os tempos.


Crítica 1 | Crítica 2

Décadas após a queda de Darth Vader e do Império, surge uma nova ameaça: a Primeira Ordem, uma organização sombria que busca minar o poder da República e que tem Kylo Ren (Adam Driver), o General Hux (Domhnall Gleeson) e o Líder Supremo Snoke (Andy Serkis) como principais expoentes. Eles conseguem capturar Poe Dameron (Oscar Isaac), um dos principais pilotos da Resistência que, antes de ser preso envia, através do pequeno robô BB-8 o mapa de onde vive o mitológico Luke Skywalker (Mark Hamill). Ao fugir pelo deserto, BB-8 encontra a jovem Rey (Daisy Ridley), que vive sozinha catando destroços de naves antigas. Paralelamente, Poe recebe a ajuda de Finn (John Boyega), um Stormtrooper que decide abandonar o posto repentinamente. Junto, o trio monta uma resistência contra a Primeira Ordem.

O Regresso, drama de sobrevivência do diretor Alejandro González Iñárritu (Birdman) estrelado por Leonardo DiCaprio, por pouco não destronou Star Wars. Na sexta-feira, o filme até conseguiu tomar a liderança das bilheterias fazendo US$ 14,4 milhões contra US$ 10,7 milhões de Star Wars, mas perdeu força no sábado e fechou seu primeiro fim de semana no circuito comercial em segundo lugar, com US$ 38 milhões.

Adaptada da obra homônima de Michael Punke, O Regresso se passa no século 19 e conta a épica aventura de um homem por sobrevivência e o extraordinário poder do espírito humano. Em uma expedição pelo desconhecido deserto americano, o lendário explorador Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) é brutalmente atacado por um urso e deixado como morto pelos membros de sua própria equipe de caça.

Em uma luta para sobreviver, Glass resiste à dor inimaginável, bem como à traição de seu confidente, John Fitzgerald (Tom Hardy). Guiado pela força de vontade e pelo amor de sua família, Glass deve navegar um inverno brutal em uma incessante busca por sobrevivência e redenção.

Leonardo DiCaprio admitiu que O Regresso, que lhe garantiu uma indicação ao Globo de Ouro 2016 de Melhor ator, foi o filme mais difícil de sua carreira – leia aqui. O drama chega ao Brasil em 4 de fevereiro.

Pai Em Dose Dupla, comédia estrelada por Will Ferrell e Mark Wahlberg, caiu para o terceiro lugar fazendo mais US$ 15 milhões. No total, o filme acumula US$ 116 milhões.

Na trama, o executivo de uma rádio (Ferrell) começa um novo relacionamento e tenta ser o melhor padrasto possível para os dois filhos de sua namorada. No entanto, o pai desbocado das crianças (Wahlberg) reaparece e começa a disputar a atenção das crianças.

Escrito e dirigido por Sean Anders (Quero Matar Meu Chefe 2, Este é o Meu Garoto), Pai Em Dose Dupla estreia no Brasil em 21 de janeiro.

Floresta Maldita, terror estrelado por Natalie Dormer (de Game of Thrones e da franquia Jogos Vorazes), estreou em quarto lugar com US$ 13,1 milhões.

A trama gira em torno de Sara (Natalie Dormer), que está desesperada com o desaparecimento de sua irmã gêmea. Ela teme que a irmã tenha ido para a floresta dos suicidas, conhecida como Aokigahara, no Japão. Apesar de todos os alertas, Sara se atreve a entrar na mata para descobrir o que realmente aconteceu.

Dirigido pelo estreante Jason Zada, Floresta Maldita chega aos cinemas brasileiros em 11 de fevereiro.

https://www.youtube.com/watch?v=6euCvdRg6Nc

Irmãs, comédia estrelada por Tina Fey e Amy Poehler, desceu uma posição e fechou o top 5 com US$ 7,2 milhões, alcançando US$ 73,9 milhões de bilheteria doméstica.

Na trama, Tina Fey e Amy Poehler interpretam duas irmãs maluquinhas que retornam à cidade natal para passar um último fim de semana na casa da família, colocada à venda por seus pais.

Dirigido por Jason Moore (A Escolha Perfeita), Irmãs chegam ao Brasil em 21 de janeiro.