Kung Fu Panda 3 toma a liderança das bilheterias americanas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kung Fu Panda 3 estreou na liderança das bilheterias norte-americanas, derrotando outros lançamentos como Horas Decisivas, da Disney, e a paródia 50 Tons de Preto. Embora tenha tido abertura inferior aos títulos anteriores da franquia, a animação teve um primeiro fim de semana tão forte quanto os primeiros filmes, considerando a sua época de lançamento.

Este terceiro filme da série animada faturou US$ 41 milhões de sexta (29) a domingo (31) contra US$ 60,2 milhões do longa original e US$ 47,6 milhões do segundo. Kung Fu Panda 3, no entanto, foi lançado no inverno americano, ao contrário de Kung Fu Panda 1 e 2, que saíram no verão americano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na trama, quando o pai sumido de Po reaparece, a dupla parte numa viagem rumo a um secreto paraíso dos pandas e conhece dezenas de novos personagens. Mas quando o vilão sobrenatural Kai começa a varrer da existência todos os mestres de kung fu da China, Po deve fazer o impossível: treinar uma aldeia cheia de irmãos desajeitados a fim de torná-los em definitivos Kung Fu Pandas.

Alessandro Carloni e Jennifer Yuh, que já dirigiu Kung Fu Panda 2, codirigem o filme. Kung Fu Panda 3 chega ao Brasil em 18 de março.

O Regresso, estrelado por Leonardo DiCaprio, caiu do primeiro para o segundo lugar, fazendo mais US$ 12,4 milhões e elevando seu total doméstico para US$ 138 milhões.

Adaptado da obra homônima de Michael Punke, o drama de sobrevivência do diretor Alejandro González Iñárritu (Birdman) se passa no século 19 e conta a épica aventura de um homem por sobrevivência e o extraordinário poder do espírito humano. Em uma expedição pelo desconhecido deserto americano, o lendário explorador Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) é brutalmente atacado por um urso e deixado como morto pelos membros de sua própria equipe de caça.

Em uma luta para sobreviver, Glass resiste à dor inimaginável, bem como à traição de seu confidente, John Fitzgerald (Tom Hardy). Guiado pela força de vontade e pelo amor de sua família, Glass deve navegar um inverno brutal em uma incessante busca por sobrevivência e redenção.

Leonardo DiCaprio admitiu que O Regresso, que lhe garantiu vitórias no Globo de Ouro, SAG, e uma indicação ao Oscar, foi o filme mais difícil de sua carreira – leia aqui. O drama chega ao Brasil em 4 de fevereiro.

Star Wars: O Despertar da Força perdeu uma posição e desceu para o terceiro lugar com US$ 10,7 milhões. Em sua sétima semana de exibição, o longa se aproximou dos US$ 900 milhões nos EUA, chegando a US$ 895 milhões.

Crítica 1 | Crítica 2

Décadas após a queda de Darth Vader e do Império, surge uma nova ameaça: a Primeira Ordem, uma organização sombria que busca minar o poder da República e que tem Kylo Ren (Adam Driver), o General Hux (Domhnall Gleeson) e o Líder Supremo Snoke (Andy Serkis) como principais expoentes. Eles conseguem capturar Poe Dameron (Oscar Isaac), um dos principais pilotos da Resistência que, antes de ser preso envia, através do pequeno robô BB-8 o mapa de onde vive o mitológico Luke Skywalker (Mark Hamill). Ao fugir pelo deserto, BB-8 encontra a jovem Rey (Daisy Ridley), que vive sozinha catando destroços de naves antigas. Paralelamente, Poe recebe a ajuda de Finn (John Boyega), um Stormtrooper que decide abandonar o posto repentinamente. Junto, o trio monta uma resistência contra a Primeira Ordem.

Horas Decisivas, mais um drama de sobrevivência, este da Disney, alcançou o quarto lugar em sua estreia, com US$ 10,3 milhões, um começo fraco para um filme orçado na faixa dos US$ 70 milhões.

Adaptada do livro homônimo de Casey Sherman e Michael J. Tougias, a trama acompanha uma grande tempestade que atingiu a costa da Inglaterra em 1952. O desastre natural partiu dois navios petroleiros ao meio e deixou 32 pessoas à deriva.

Chris Pine e Eric Bana, astros da franquia Star Trek, lideram o elenco, que também conta com Casey Affleck (Interestelar), Ben Foster (O Grande Herói), Holliday Grainger (Cinderela) e John Ortiz (Hacker).

Dirigido por Craig Gillespie (do remake de A Hora do Espanto), Horas Decisivas estreia no Brasil em 4 de fevereiro.

Policial em Apuros 2 fechou o top 5 com US$ 8,3 milhões, acumulando US$ 77 milhões em três semanas de exibição.

Na comédia, Ice Cube e Kevin Hart reprisam seus papéis de policiais aloprados. Ken Jeong (Community), Benjamin Bratt (Meu Malvado Favorito 2), Olivia Munn (X-Men: Apocalipse), Bruce McGill (Rizzoli & Isles), Tika Sumpter (Salt) e Sherri Shepherd (Preciosa) completam o elenco do longa, que tem o mesmo diretor do original, Tim Story.

Policial em Apuros 2 chega ao Brasil em 31 de março.

50 Tons de Preto (Fifty Shades of Black), paródia de 50 Tons de Cinza, decepcionou em sua estreia, ficando no longínquo nono lugar com US$ 6,3 milhões. O estúdio esperava uma arrecadação de no mínimo US$ 10 milhões.

Marlon Wayans (As Branquelas), criador de outras franquias cômicas como Inatividade Paranormal e Todo Mundo em Pânico, coescreveu o roteiro e também estrela a comédia, dirigida por Michael Tiddes (Inatividade Paranormal). 50 Tons de Preto tem estreia marcada no Brasil para 4 de fevereiro.

https://www.youtube.com/watch?v=3FxNTk6sNus

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio