Capitão América 3 funciona como Homem de Ferro 4 para Tony, diz Robert Downey Jr.

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A pergunta que ronda os fãs de quadrinhos e de filmes da Marvel desde 2013 é a seguinte: será que algum diria veremos um quarto filme do Homem de Ferro? A julgar pela última declaração de Robert Downey Jr. sobre Capitão América: Guerra Civil, é bem provável que não.

Enquanto conversava com a USA Today sobre o filme, Downey também abordou a noção de que Stark é um vilão no novo filme dos irmãos Russo, que chega aos cinemas brasileiros no próximo dia 28 de Abril.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“De certa forma, é o terceiro filme do Capitão América, mas para mim e para o personagem, é como o nosso pequeno Homem de Ferro 4”, disse o ator. “Depois da Guerra Civil, nós voltamos para um ritmo de produção que já conhecemos, e um novo filme solo do Homem de Ferro fica de lado quando pensamos nos preparativos para Vingadores: Guerra do Infinito”.

Sobre a suposta vilania de Stark em Guerra Civil, RDJ disse que ainda não é a hora de seguir para esse caminho, se é que isso vai ser explorado de alguma forma.

“Se nós vamos para esse lado, eu gostaria de salvar isso para o meu canto do cisne, meu último filme na Marvel. Eu ainda quero manter uma parte da audiência ao meu favor por enquanto, mas não tenho o controle em relação a isso”.

Muitos fãs apostam na teoria de Stark se tornar uma espécie de vilão por conta da trama do filme, que coloca os heróis uns contra os outros, lutando por dois ideais: liderados pelo Homem de Ferro, uma parte deles deseja que os vigilantes super-poderosos sejam controlados de alguma forma pelo governo; já no time do Capitão América, a ideia é que os heróis sigam agindo independentes de qualquer organização política.

Conheça o time do Homem de Ferro nas novas artes de Guerra Civil

Capitão América: Guerra Civil chegará aos cinemas brasileiros em 28 de abril, inaugurando a Fase 3 da Marvel.

Capitão América 3 pode ser o filme mais longo da Marvel

Capitão América: Guerra Civil será SIM um Vingadores 2.5; saiba por que

O filme começa onde Vingadores: Era de Ultron parou, com Steve Rogers liderando a nova equipe dos Vingadores em seus esforços contínuos para proteger a humanidade. Depois que outro incidente internacional envolvendo os Vingadores causa danos colaterais, o aumento da pressão política resulta na instalação de um sistema de responsabilidade e um conselho governamental para determinar quando solicitar os serviços da equipe.

Quando o governo então cria um órgão para supervisionar os Vingadores, o super time de heróis se divide em dois. Um liderado por Steve Rogers e seu desejo em manter os Vingadores livres para defender a humanidade sem interferência do governo, e o outro que segue a surpreendente decisão de Tony Stark em apoiar o governo na fiscalização de seus atos. Enquanto a equipe está fragmentada, surge um novo e nefasto vilão.

Primeiras reações apontam filme como “terror emocional”

O elenco traz Chris Evans como Capitão América, Robert Downey Jr como Homem de Ferro, Tom Holland como Homem-Aranha, Frank Grillo como o vilão Ossos Cruzados, Chadwick Boseman como Pantera Negra, Scarlett Johansson como Viúva Negra, Sebastian Stan como Soldado Invernal, Anthony Mackie como Falcão, Jeremy Renner como Gavião Arqueiro, Elizabeth Olsen como Feiticeira Escarlate, Daniel Brühl como Barão Zemo, Emily VanCamp como Agente 13, Don Cheadle como Jim Rhodes/Máquina de Combate, Paul Bettany como Visão, Paul Rudd como Homem-Formiga, William Hurt como General Ross e Martin Freeman.

Confira as oito maiores lutas do filme

10 coisas que você precisa saber sobre Guerra Civil

A direção ficou a cargo ds irmãos Joe e Anthony Russo, de Capitão América: Soldado Invernal e que vão assumir Os Vingadores 3.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio