Irmão de Espião | Donald Trump e Daniel Radcliffe contraem HIV em filme de Sacha Baron Cohen

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sacha Baron Cohen se viu no meio de uma nova controvérsia com seu novo filme, Irmão de Espião. Segundo o Hollywood Reporter, o candidato à presidência dos EUA Donald Trump e o ator Daniel Radcliffe contraem o vírus da AIDS na trama.

Em uma das cenas, um sósia de Radcliffe é atingido acidentalmente na boca pelo sangue contaminado de um menino africano. Em outra cena, um âncora de notícias reporta a notícia de que Trump também teria sido infectado com HIV.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As polêmicas situações da comédia renderam boatos de que a Sony estaria pressionando Cohen a retirar as cenas para evitar possíveis processos. Um representante do estúdio, no entanto, negou a informação à EW e disse que a Sony “apoia 100% o cineasta e o filme”.

Representantes de Sacha Baron Cohen, Donald Trump e Daniel Radcliffe não quiserem se pronunciar sobre a controvérsia.

Cohen e Trump já se estranharam e até trocaram farpas no passado. Em 2003, o magnata saiu andando de uma entrevista concedida a Cohen no programa Da Ali G Show. Já em 2012, Trump chamou o ator de “um idiota” após o mesmo ter sido barrado na festa do Oscar; em resposta, Cohen afirmou que Trump tinha “cérebro de galinha”.

Em Irmão de Espião, um agente britânico é forçado a trabalhar em uma missão seceta com seu irmão, um fanático por futebol e com quem ele não fala há muito tempo.

Rebel Wilson, Penelope Cruz, Isla Fisher, Gabourey Sidibe, Annabelle Wallis e Ian McShane completam o elenco.

Dirigido por Louis Letterier (Truque de Mestre, O Incrível Hulk), Irmão de Espião estreia no Brasil em 7 de abril.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio