Alice no País das Maravilhas 2 | Diretor fala sobre o vilão do filme, o Tempo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O tempo é um vilão em Alice Através do Espelho, continuação de Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton. O novo filme não tem o nome de Burton na direção, mas a roteirista Linda Woolverton (Malévola) retorna, e o comando ficou com James Bobin (Os Muppets).

O diretor deu entrevista à Entertainment Weekly falando sobre o personagem Tempo, feito por Sacha Baron Cohen, o Borat. “Essa ideia não é nossa, é de Lewis Carroll [autor de Alice no País das Maravilhas, morto em 1898]. Quando Alice conhece o Chapeleiro Maluco e toma chá com ele, ele diz que está ali tomando chá desde Março passado, quando ele e Tempo brigaram. Na forma como está escrito, o Tempo é uma pessoa”, esclareceu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor Bobin pensou imediatamente em Sacha Baron Cohen para o papel. Colaborador e amigo de longa data do ator, Bobin fez parte da criação de personagens como Borat, Bruno e Ali G, marcantes da carreira de Cohen.

“Olhe para toda a comédia que Sacha já fez e você vai perceber que, além de ser muito engraçado, ele é muito bom em interpretar idiotas confiantes”, riu o diretor. “Ele pode ser um palhaço tão ridículo, e ainda assim você meio que gosta do personagem e se sente mal por ele em algum momento”.

Em Alice Através do Espelho, o Tempo é um déspota solitário que vive em um castelo que tem a forma de um antigo relógio de canto, com pêndulos e engrenagens por todo o lado. “Os amigos do Tempo são esses pequenos reloginhos à vapor”, ecplica o diretor. “Nós os chamados de Segundos, e os fizemos como criaturas bem da Revolução Industrial. Não queríamos algo de ficção científica”.

Os Segundos podem parecer inofensivos, mas quando Tempo está em perigo eles se juntam em grupos de 60 e se transformam – você adivinhou – em Minutos para proteger seu mestre.

Teasers legendados mostram protagonista em mundo sombrio

O novo filme servirá tanto como sequência quanto prelúdio do longa anterior, e mostrará Alice (Mia Wasikowska) durante uma viagem pelo tempo, guiada pela própria personificação do Tempo (vivido por Sacha Baron Cohen), uma criatura peculiar que é metade humana e metade relógio.

Algo terrivelmente errado aconteceu com o Chapeleiro Maluco (Johnny Depp) e, na tentativa de consertar a situação, Alice inicia uma jornada pelo tempo, em que veremos as versões jovens dos personagens e descobriremos alguns dos motivos que contribuíram para a loucura do Chapeleiro.

Em recente entrevista, a atriz disse que Alice no País das Maravilhas 2 tem mais efeitos práticos do que visuais. “Dessa vez, o filme é um pouco diferente. Tem um novo diretor [James Bobin] e a abordagem dele é diferente, com muito menos CGI [efeitos de computação] e mais coisas concretas para se interagir no set”, adiantou.

Questionada ainda sobre seu retorno como Alice, Wasikowska brincou que “não teve escolha” ao reprisar a personagem, se referindo às suas obrigações contratuais com a Disney, mas não entregou detalhes sobre a nova aventura da heroína.

Baseado no segundo livro de Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas 2 contará com os retornos de Johnny Depp (Chapeleiro Maluco), Mia Wasikowska (Alice), Helena Bonham Carter, Anne Hathaway, Stephen Fry, Toby Jones, Alan Rickman, Michael Sheen e Timothy Spall.

Entre as novidades do elenco: Sacha Baron Cohen como o vilão Tempo (Time) e Rhys Ifans como o pai do Chapeleiro Maluco.

James Bobin (Os Muppets) assume a direção do segundo filme, no lugar de Tim Burton.

Alice Através do Espelho estreia no Brasil em 27 de maio de 2016.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio