Porsche é inocentada por acidente que matou Paul Walker

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Porsche foi inocentada das acusações de que teria sido responsável pela morte do ator Paul Walker, que perdeu a vida em novembro de 2013 durante um acidente com o carro da montadora.

Segundo a agência AP, o juiz Philip S. Gutierrez constatou que não havia evidências de qualquer falha no veículo que possam ter contribuído para a batida e, posteriormente, a explosão do veículo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ano passado, tanto a filha quanto o pai de Paul Walker, Meadow e Paul William Walker III, entraram com processos separados contra a Porshe, mas ambos alegando que problemas no carro falharam em proteger o astro da franquia Velozes e Furiosos e seu amigo – que também morreu no acidente – da colisão fatal.

Na época, advogados da montadora chegaram a apontar Paul Walker como o responsável pela própria morte. Segundo o LA Times, a empresa alega que o astro de Velozes e Furiosos sabia dos riscos de dirigir o modelo Carrera GT 2005 e que a fatalidade aconteceu por conta de “imprudência e mau uso do veículo”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio