Sem dúvida um dos filmes mais esperados do ano mesmo com todos os super-heróis invadindo os multiplexes no mundo todo, Procurando Dory ganhou uma apresentação estendida na CinemaCon, em Las Vegas, com o diretor Andrew Stanton (o mesmo do primeiro filme) apresentando os 30 primeiros minutos do filme.

Embora o diretor tenha pedido para que não se revelassem detalhes na imprensa, a Entertainment Weekly contou o básico: a história se move bem rápido, com uma rápida reintrodução de Dory, Nemo, Marlin e outros personagens do primeiro filme, em seguida já partindo para a jornada do filme, que foca em encontrar a família de Dory.

A peixinha esquecida começa a se lembrar de sua família, especialmente dos pais (dublados por Diane Keaton e Eugene Levy). Dessa vez, ao invés de irmos direto para Sydney, o filme irá visitar uma região ainda mais profunda do mar da Austrália. Nos primeiros 30 minutos, já conhecemos um polvo (Ed O’Neill) e uma dupla de leões marinhos, dubladas por Idris Elba e Dominic West.


Parceiros de elenco em The Wire, Idris e Dominic usam seus sotaques britânicos originais na dublagem, o que serve como uma das piadas do filme (o que dois leõs marinhos britânicos estão fazendo na Austrália?).

Pixar revela curta-metragem que passará antes de Procurando Dory nos cinemas

Na sequência de Procurando Nemo, um ano após ajudar Marlin (voz de Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, a esquecida peixinha azul (dublada por Ellen DeGeneres) precisa lidar com vários peixes do seu passado, entre eles alguns pelos quais foi apaixonada.

Hayden Rolence será a nova voz de Nemo. Entre os novos personagens, o beluga (ou baleia branca) Bailey (Ty Burrell, de Modern Family), que acredita ter um grande ferimento na cabeça, e a tubarão-baleia Destiny (Kaitlin Olson, de It’s Always Sunny in Philadelphia), vizinha de Bailey. Michael Sheen (da série Masters of Sex) também está no elenco de dubladores.

Assista ao trailer dublado de Procurando Dory

A estreia do filme ficou para 30 de Junho.