Conforme esperado, Capitão América: Guerra Civil fechou seu primeiro fim de semana nos EUA com US$ 181,8 milhões, liderando as bilheterias mas contrariando as estimativas iniciais de US$ 200 milhões.

Ainda assim, o filme se tornou a quinta maior abertura doméstica de todos os tempos, atrás de Star Wars: O Despertar da Força (US$ 248 milhões), Jurassic World (US$ 208,8 milhões), Os Vingadores (US$ 207,4 milhões) e Vingadores: Era de Ultron (US$ 191,3 milhões). Também conseguiu superar, com folga, as aberturas dos filmes anteriores do Capitão América, O Primeiro Vingador (US$ 65 milhões) e O Soldado Invernal (US$ 95 milhões), incluindo a bilheteria doméstica total do primeiro filme (US$ 176,6 milhões).

Mundialmente, Capitão América: Guerra Civil deve chegar aos US$ 678 milhões até o fim desta semana.


Crítica 2 | Crítica 1

Capitão América 3 começa onde Vingadores: Era de Ultron parou, com Steve Rogers liderando a nova equipe dos Vingadores em seus esforços contínuos para proteger a humanidade. Depois que outro incidente internacional envolvendo os Vingadores causa danos colaterais, o aumento da pressão política resulta na instalação de um sistema de responsabilidade e um conselho governamental para determinar quando solicitar os serviços da equipe.

Quando o governo então cria um órgão para supervisionar os Vingadores, o super time de heróis se divide em dois. Um liderado por Steve Rogers e seu desejo em manter os Vingadores livres para defender a humanidade sem interferência do governo, e o outro que segue a surpreendente decisão de Tony Stark em apoiar o governo na fiscalização de seus atos. Enquanto a equipe está fragmentada, surge um novo e nefasto vilão.

Especial | Tudo o que você precisa saber sobre Guerra Civil

Dirigido por Joe e Anthony Russo, dupla do vindouro Vingadores: Guerra Infinita, Capitão América: Guerra Civil chegou ao Brasil em 28 de abril, fazendo a segunda maior estreia de todos os tempos no nosso país.

Mogli – O Menino Lobo (The Jungle Book) caiu do primeiro para o segundo lugar fazendo mais US$ 21,9 milhões. Em sua quarta semana de exibição, a aventura da Disney acumulou US$ 285,9 milhões nos EUA e já ultrapassou os US$ 600 milhões pelo mundo.

Clique aqui para ver jogos grátis do Mogli!

Esta nova adaptação da Disney para o clássico livro de Rudyard Kipling mistura animação com live-action e traz o estreante Neel Sethi como Mogli – ele é o único ator do elenco. Idris Elba, Scarlett Johansson, Lupita Nyong’o e Ben Kingsley são os dubladores originais.

Crítica 2 | Crítica 1

Os fiéis amigos de Mogli, o urso Baloo e a pantera Bagherah, são dublados no Brasil por Marcos Palmeira e Dan Stulbach. Julia Lemmertz dá vida à Raksha, a mãe-loba. Emprestando sua voz à misteriosa serpente Kaa está Alinne Moraes. O temido tigre Shere Khan e o malandro orangotango Rei Louie têm Thiago Lacerda e Tiago Abravanel (Rei Louie) interpretando suas vozes para a versão brasileira do filme.

Dirigido por Jon Favreau (Homem de Ferro), Mogli – O Menino Lobo foi lançado no Brasil em 14 de abril.

As próximas adaptações com atores da Disney após Mogli – O Menino Lobo

Embalado pela data comemorativa deste domingo, O Maior Amor do Mundo (Mother’s Day), comédia sobre o Dia das Mães com Jennifer Aniston e Julia Roberts, subiu uma posição e ficou em terceiro lugar com US$ 9 milhões, um crescimento de 9% em relação à bilheteria da semana passada. No total, tem US$ 20,7 milhões nos EUA.

A direção ficou a cargo de Garry Marshall, de Noite de Ano Novo e Idas e Vindas do Amor. Assim como seus filmes anteriores, Maior Amor do Mundo traz histórias interligadas pelo feriado do título – nesse caso, o Dia das Mães.

O filme estreia no Brasil em 5 de maio.

O Caçador e a Rainha do Gelo (The Huntsman: Winter’s War), a continuação de Branca de Neve e o Caçador (2012), perdeu duas posições e foi parar em quarto lugar com US$ 3,6 milhões. No total, a fantasia acumulou US$ 40,3 milhões nos EUA, valor bem distante do seu custo de US$ 115 milhões.

Crítica | O Caçador e a Rainha do Gelo

Como o próprio título indica, este segundo filme gira em torno do personagem Caçador (Chris Hemsworth) e serve como um prelúdio do longa original, acompanhando o herói e a bruxa Ravenna (Charlize Theron) antes de conhecerem Branca de Neve – Kristen Stewart não retorna ao papel da heroína. Emily Blunt faz Freya, a Rainha do Gelo do título, e Jessica Chastain vive a guerreira Freya.

O francês Cedric Nicolas-Troyan, diretor de segunda unidade do longa original, assume a direção de O Caçador e a Rainha do Gelo, substituindo Rupert Sanders na função. A aventura chegou aos cinemas brasileiros em 21 de abril.

Keanu, comédia estrelada pelos humoristas Jordan Peele e Keegan-Michael Key, fechou o top 5 com US$ 3,1 milhões, passando por pouco Zootopia, da Disney, que apareceu em sexto lugar com US$ 2,7 milhões.

A comédia adulta da Warner Bros. acompanha a história de dois amigos que posam de traficantes de drogas de uma perigosa gangue para recuperar o seu gatinho de estimação, que foi roubado pelos reais bandidos.

Dirigido por Peter Atencio, que já trabalhou com Key e Peele na série de TV da dupla, Keanu não tem previsão para chegar ao Brasil.