Publicidade

Capitão América: Guerra Civil | Presidente da Marvel explica uma das cenas pós-créditos

Publicado por Redação

06/05/2016 10:02

Em entrevista ao Cinema Blend para promover Capitão América: Guerra Civil, o presidente do Marvel Studios, Kevin Feige, comentou uma das cenas pós-créditos do filme.

Segundo o executivo, a cena com T’Challa, Steve Rogers e Bucky – com o último sendo congelado em Wakanda, lar do Pantera Negra – serviu para dar um senso de conclusão ao relacionamento de Steve e Buck, mas a ambientação em Wakanda foi um bônus para os fãs.

“Esta sempre foi a ideia de fechar o filme. Mas, durante o seu desenvolvimento, sentimos que algo legal deveria acontecer em Wakanda – um lugar bem desenvolvido. E isso também acrescenta algo ao arco do Pantera Negra – uma pessoa que estava querendo matar o Bucky durante todo o filme e agora o está ajudando de forma nobre – além de levar de maneira orgânica o que está por vir para o Capitão”, explicou.

Feige confirmou ainda que o Capitão América deixou os EUA, sugerindo que ele ficará fora de combate por algum tempo.

“Não quero parar de viver o Capitão América”, declara Chris Evans

Capitão América: Guerra Civil será lançado nos EUA nesta sexta-feira (6) e estima-se que o longa possa chegar ao US$ 200 milhões em seu primeiro fim de semana; se conseguir esse número, o filme pode ter a quinta maior abertura de todos os tempos no país.

Enquanto isso, Guerra Civil se aproxima dos US$ 300 milhões no mercado internacional.

Especial | Tudo o que você precisa saber sobre Guerra Civil

Capitão América 3 começa onde Vingadores: Era de Ultron parou, com Steve Rogers liderando a nova equipe dos Vingadores em seus esforços contínuos para proteger a humanidade. Depois que outro incidente internacional envolvendo os Vingadores causa danos colaterais, o aumento da pressão política resulta na instalação de um sistema de responsabilidade e um conselho governamental para determinar quando solicitar os serviços da equipe.

Quando o governo então cria um órgão para supervisionar os Vingadores, o super time de heróis se divide em dois. Um liderado por Steve Rogers e seu desejo em manter os Vingadores livres para defender a humanidade sem interferência do governo, e o outro que segue a surpreendente decisão de Tony Stark em apoiar o governo na fiscalização de seus atos. Enquanto a equipe está fragmentada, surge um novo e nefasto vilão.

Crítica 2 | Crítica 1

Saiba curiosidades sobre o filme

O elenco traz Chris Evans como Capitão América, Robert Downey Jr como Homem de Ferro, Tom Holland como Homem-Aranha, Frank Grillo como o vilão Ossos Cruzados, Chadwick Boseman como Pantera Negra, Scarlett Johansson como Viúva Negra, Sebastian Stan como Soldado Invernal, Anthony Mackie como Falcão, Jeremy Renner como Gavião Arqueiro, Elizabeth Olsen como Feiticeira Escarlate, Daniel Brühl como Barão Zemo, Emily VanCamp como Agente 13, Don Cheadle como Jim Rhodes/Máquina de Combate, Paul Bettany como Visão, Paul Rudd como Homem-Formiga, William Hurt como General Ross e Martin Freeman.

Artigo | O que o conflito significa para o universo Marvel?

Publicidade