X-Men: Apocalipse | Primeiros reviews indicam recepção morna ao filme dos mutantes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As primeiras críticas de X-Men: Apocalipse chegaram, e parece que o filme, assim como Batman vs Superman, vai ser recebido de forma morna e polêmica pelos jornalistas especializados. Veja abaixo alguns trechos das críticas:

  • “As aventuras dos X-Men continuam ficando cada vez maiores, mas Bryan Singer trabalha incansavelmente para garantir que, mesmo que elas não fiquem cada vez melhores, elas continuem entretendo adequadamente” – Screen International, leia aqui.
  • X-Men: Apocalipse, apesar de suas falhas, tem a audacidade de fazer o universo cinematográfico da Marvel parecer pequeno, e o universo cinematográfico da DC parecer tolo por confundir ‘se levar a sério’ com ‘seriedade’. Se ao menos a esses personagens fosse permitido serem tão complexos quanto as ideias pelas quais lutam, X-Men: Apocalipse poderia ser um novo começo para o gênero do super-herói” – IndieWire, leia aqui.
  • “A ideia de X-Men: Apocalipse exige que tudo seja feito no volume máximo, e esse filme certamente faz isso, mesmo que haja menos espaço para a estranheza quase surreal que os X-Men podem exalar, menos interesse nos diálogos, e menos eloquência que nas aventuras dos Vingadores” – The Guardian, leia aqui.
  • X-Men: Apocalipse parece com uma bagunça confusa com pelo menos meia dúzia de personagens a mais do que precisa, um vilão que não impressiona em nada, e uma narrativa tão estranhamente editada que se parece com tudo, menos um filme” – Entertainment Weekly, leia aqui.
  • “Apesar da presença inegável de uma quantidade enorme de ação, X-Men: Apocalipse é definitivamente um daqueles casos em que menos é mais, especialmente se comparado com as cenas surpreendentes e as interações humanas mais interessantes de outras grandes franquias da Marvel” – The Hollywood Reporter, veja aqui.
  • “Mais uma vez, é o Mercúrio de Evan Peters que rouba a cena sempre que o vemos colocar em prática seus poderes, talvez porque os filmes encontraram uma maneira única de mostrá-los em tela. Há até uma divertida, embora desnecessária, subtrama envolvendo outro famoso membro dos X-Men” – New York Daily News, veja aqui.

Veja mais críticas conforme elas forem saindo nesse site.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

X-Men: Apocalipse e mais 18 blockbusters imperdíveis de 2016

O filme estreia no Brasil em 19 de maio, com a pré-venda dos ingressos começando em 5 de maio.

Confira os melhores momentos do novo trailer

“Desde o início da civilização, ele era adorado como um deus. Apocalipse, o primeiro e mais poderoso mutante do universo da Marvel, acumulou os poderes de muitos outros mutantes, tornando-se imortal e invencível. Ao acordar depois de milhares de anos, ele está desiludido com o mundo em que se encontra e recruta uma equipe de mutantes poderosos, incluindo um desanimado Magneto (Michael Fassbender), para purificar a humanidade e criar uma nova ordem mundial, sobre a qual ele reinará. Como o destino da Terra está na balança, Mística (Jennifer Lawrence), com a ajuda do Professor X (James McAvoy), deve liderar uma equipe de jovens X-Men contra o seu maior inimigo até então e salvar a humanidade da destruição completa”, diz a sinopse oficial.

James McAvoy fala sobre futuro de Professor Xavier na franquia

Recentemente, o roteirista/produtor Simon Kinberg afirmou que X-Men: Apocalipse servirá como a conclusão da franquia (leia aqui), portanto, o próximo filme deve iniciar um novo capítulo na história dos mutantes.

Novo X-Men pode adaptar a Saga da Fênix Negra

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio