Carrossel 2 | Elenco se reúne para falar sobre filme, sequências e volta da Professora Helena

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta segunda-feira (20), o elenco de Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina e seu diretor, Maurício Eça, concederam uma coletiva de imprensa para contar tudo a continuação do longa baseado na novela de sucesso do SBT.

Crítica | Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No filme, que chega aos cinemas em 14 de julho, a turminha tem que lidar com o sequestro de Maria Joaquina (Larissa Manoela) e para resgatar sua amiga eles terão que passar por uma série de provas e charadas organizadas pelos vilões Gonzales (Paulo Miklos) e Gonzalito (Oscar Filho). Após o sucesso da novela e do primeiro longa-metragem, O Sumiço de Maria Joaquina deve ter mais um grande desempenho junto a seu público já cativo. E o elenco contou um pouco sobre o segredo desse fenômeno.

Rosanne Mulholand (a professora Helena), que ficou ausente no primeiro filme mas retorna no segundo, comenta que Carrossel é sobre “uma fase que todos já passaram e por isso as pessoas se identificam com a produção”. Ainda segundo ela, “é um momento da vida que crianças e adultos guardam com carinho”.

Sobre seu retorno, a atriz afirmou que foi uma satisfação enorme voltar àquela equipe, mas admitiu que estranhou um pouco o crescimento dos jovens atores, mas depois de pouco tempo “parecia que nunca havíamos deixado de filmar juntos e a sintonia foi a mesma”. O diretor salientou a importância de Rosanne não só para a história, mas também durante as filmagens; segundo ele, a presença da atriz fazia com que as crianças se acalmassem e tivessem uma referência em cena, numa situação de respeito e carinho admirável entre o elenco infantil e Rosanne Mulholland.

Maísa Silva, uma das estrelas de Carrossel 2, concorda com Rosanne que o segredo do sucesso de Carrossel está no fato de “ser acolhido por toda a família e trazer esse momento da infância de maneira atualizada, unindo todos à frente da televisão ou no cinema”. Maísa acredita que cada personagem remete a algum amigo que o espectador já teve, sendo um resgate da memória do público.

Elenco de Carrossel 2 se reúne em coletiva em São Paulo

Jean Paulo Campos, o Cirilo, afirma que tem quase uma relação hereditária no sucesso de Carrossel, uma vez que os mais velhos que acompanhavam as primeiras versões do folhetim agora querem assistir as novas com seus filhos. Já Mia Mello, a novidade no elenco do filme, aposta que é essa identificação que faz com que Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina agrade até quem não acompanhou a novela ou o primeiro longa.

Já são quatro anos de sucesso absoluto, tanto na televisão quanto no cinema, e apesar disso há um detalhe inevitável: o crescimento do elenco infantil, ou deveria dizer pré-adolescente, de Carrossel. Maurício Eça brinca sobre o assunto, dizendo que a turma merecia um terceiro filme, nem que fosse ao estilo American Pie, quando questionado se já haveria planos para um próximo projeto. Eça ainda complementa dizendo que esse crescimento foi uma das abordagens dada ao longa, em que personagens assim como os atores estão ficando mais velhos, e agora ocupam uma faixa de idade que não são nem mais crianças, mas ainda não são adolescentes. No filme, isso é colocado, segundo Eça, na mudança de comportamento de algum dos personagens, como o caso de Paulo (interpretado por Lucas Santos) que nesse segundo longa troca as peripécias por seu interesse romântico, mostrando a maturidade do personagem.

Paulo Miklos, que repete seu papel de vilão em Carrossel 2 comentou que seu desempenho no longa deve muito a sua sintonia com seu companheiro de cena, Oscar Filho, que o ajudou a chegar no tom cômico ideal para o filme e brinca que se continuar nesse ritmo no quarto filme da franquia eles estarão perfeitos. Miklos, conhecido por seu trabalho na banda de rock Os Titãs, diz que ficou surpreso com a abordagem das crianças nas ruas depois de sua participação em Carrossel.

Oscar Filho também ressalta o trabalho da dupla e o desenvolvimento de seus personagens. O humorista ficou surpreso com a maior participação de Gonzalito no segundo longa e diz que para ele sempre é gratificante desenvolver um estilo de comédia mais física, citando como inspiração os grandes Charlie Chaplin e Buster Keaton.

Maurício Eça ainda diz que o elenco adulto é um dos pontos altos de Carrossel 2 e enriquece ainda mais o filme, visto que a participação de Miklos e Oscar chegaram a ser um sucesso entre os pais no primeiro longa, e o novo filme tenta agradar ainda mais esse público mais velho. Algo justificado nas diversas participações especiais, como a do jogador de futsal Falcão e do chefe Bertolazzi, figuras para “incrementar” as provas que os personagens devem passar. Eça também destaca como esse núcleo mais velho tem um entrosamento com o elenco juvenil e diz que essa integração gerou cenas hilárias.

Quem possui grande destaque nesse elenco é a estrela mirim Maísa Silva, que não esperava um dia atuar no cinema e agora essa é sua “grande ocupação”, carreira que ela pretende continuar seguindo. Na coletiva, a atriz ainda afastou com bom humor a recente polêmica gerada com a ameaça de morte que recebeu na internet. No mais, Maísa não faz planos para o futuro, afirmando que “aconteceram tantas coisas boas que eu nem imaginava, que agora não penso mais no futuro”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio