Parece que a grande reestruturação do universo cinematográfico da DC continua acontecendo por trás das câmeras. Segundo o New York Post, a Warner também deve mudar de gestão financeira após o resultado abaixo do esperado de Batman vs Superman.

O presidente da empresa, Kevin Tsujihara, não ficou feliz com os US$871 milhões do filme pelo mundo, e deve remanejar Sue Kroll, presidente de marketing e distribuição da Warner, ou Greg Silverman, chefe de produção do estúdio, para “consertar” das coisas na promoção das próximas produções da DC.

O quadrinista Geoff Johns e o vice-presidente da Warner Bros., Jon Berg, foram contratados para dividir o comando desse universo, agora chamado de DC Films, com a dupla assumindo função similar a de Kevin Feige, o presidente da Marvel Studios. A Warner teria promovido as mudanças em função do desempenho abaixo do esperado de Batman vs Superman: A Origem da Justiça.


Geoff Johns sugere mudança de tom nos filmes da DC

A reestruturação também fez Zack Snyder, diretor de Batman vs Superman, perder o controle criativo que detinha sobre o universo da DC – algo que já tinha sido previsto com o anúncio de Ben Affleck na produção executiva de Liga da Justiça.