Segundo o Indie Revolver, a Warner Bros. vai desembolsar US$ 5 milhões para uma sequência área de Dunkirk, drama de guerra do diretor Christopher Nolan (trilogia do Cavaleiro das Trevas).

A publicação diz que o cineasta pretende derrubar um avião usado na Segunda Guerra Mundial, possivelmente da Força Aérea alemã. As cenas de ação serão rodadas com câmeras IMAX.

O filme vai acompanhar os bastidores da operação militar conhecida como Operação Dínamo, organizada pela Força Expedicionária Britânica (BEF), que foi responsável por evacuar quase 340 mil soldados aliados da cidade francesa de Dunquerque até a cidade inglesa de Dover, de maio a junho de 1940, após o cerco das tropas francesas durante a Batalha da França. A produção usará várias locações reais, onde se desenrolaram os eventos históricos, incluindo um navio de guerra de verdade, o Francês T-47 da classe Destroyer.


Cillian Murphy, Harry Styles, Tom Hardy, Mark Rylance, Kenneth Branagh e o novato Fionn Whitehead formam o elenco principal.

Além de dirigir Dunkirk, Christopher Nolan também é responsável pelo roteiro e produção.

O drama de guerra está a cargo da Warner Bros. e será lançado nos cinemas em 21 de julho de 2017.