Começou na noite desta quarta-feira (8), o 5º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Cinema de Curitiba. A abertura contou com a exibição do longa norte-americano Operação Avalanche, de Matt Johnson. O festival, que surgiu em 2012, exibe mais de 90 filmes este ano, entre longas e curtas metragens. Há desde lançamentos e documentários até clássicos da sétima arte. Nesta edição, participam quase 30 países, de países como Romênia e China.

A proposta estabelecida para esse evento da capital paranaense é o de mostrar diferentes visões cinematográficas por meio de mostras. Há a Competitiva de longas e curtas metragens, a Novos Olhares, na qual os primeiros longas de diretores de diversas partes do mundo são exibidos; e a Outros Olhares, em que o foco é o da radicalização do experimentalismo estético, por exemplo.

As mostras Competitiva, Olhares Brasil e Novos Olhares contam com júris formados por diferentes profissionais da indústria cinematográfica do mundo todo como a italiana Anette Dujisin, o norte-americano Paul Dallas e o peruano John Campos Gomes. Os júris premiarão os melhores longas e curtas metragens exibidos. O público que assistiu as produções daquelas mostras podem escolher o seu preferido entre os longas e curtas e há ainda o Prêmio Hors Pistes, no qual o melhor longa será exibido no Centro Pompidou, em Paris, no inicio do ano que vem.


O festival curitibano segue ainda com uma homenagem ao diretor brasileiro falecido há 40 anos, Luiz Sérgio Person, mostrando curtas e longas dele em Olhar Retrospectivo e debate sobre seu legado ao cinema brasileiro e mundial. Já em Olhar Clássico, clássicos do cinema mundial, como o filme italiano Amarcord, de 1973, do grande diretor Federico Fellini, ou pouco conhecido e visto menos ainda, Estrela Encoberta de Nuvens, do diretor indiano Ritwik Ghatak, serão exibidos.

Na Mostra Foco, cujo objetivo é destacar jovens talentos do cinema mundial, serão mostrados longas do diretor argentino, Matías Piñero. Os criadores do Estado do Sul do Brasil têm uma mostra para chamar de sua em Mirada Paranaense. E cineastas que estiverem com incertezas ou dificuldades em seus projetos podem contar com um empurrão na Curitiba_Lab 2016.

O 5º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Cinema de Curitiba ainda conta com seminários como Mulheres no Cinema e Cultura na era do golpe e oficinas sobre efeitos visuais e montagem.