Uma grande ausência foi notada nas primeiras prévias da peça Harry Potter and the Cursed Child em Londres, nesta terça-feira (7): a de Daniel Radcliffe, o intérprete do bruxo nos cinemas.

O ator, no entanto, tem uma boa justificativa para não ter conferido a nova adaptação para os palcos da franquia Harry Potter:

“Eu posso estar completamente errado sobre isso, mas eu sinto que se tivesse ido assistir à peça naquela noite, obviamente estariam vários fãs de Harry Potter lá e então poderia se tornar um tumulto”, justificou Radcliffe em entrevista ao E! News. “Seria mais sobre eles assistindo eu assistindo a peça, e isso roubaria as atenções. Eu jamais faria qualquer coisa que pudesse atrapalhar o espetáculo”, concluiu.


Veja as primeiras reações de fãs à peça

Nova peça de teatro da franquia vai fazer fãs chorarem, diz J.K. Rowling

Na peça, enquanto Harry luta contra um passado que se recusa a ficar no passado, seu filho mais novo, Alvo Potter, precisa lidar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. Enquanto passado e presente começam uma sinistra fusão, pai e filho aprendem uma verdade desconfortável: às vezes a escuridão vem de lugares inesperados, diz a sinopse de Harry Potter and the Cursed Child.

Dividido em duas partes, o espetáculo começa a exibir sua primeira parte em Londres em 30 de julho.

Além disso, o universo de Harry Potter também ganhará um filme derivado, Animais Fantásticos e Onde Habitam. Com estreia marcada para novembro deste ano, o longa servirá como o início de uma trilogia derivada. As estreias dos próximos filmes vão acontecer em 2018 e 2020.

Filme derivado vai virar livro