Sempre que retorna ao personagem que a fez famosa na série Bridget Jones, a atriz Renée Zellweger ganha alguns quilinhos para se adequar à imagem da personagem – mas a atriz acha que o peso de Bridget, na verdade, é super normal, e não entende a atenção da imprensa a esse aspecto dos filmes.

Em entrevista à Vogue, Zellweger falou sobre o assunto e sobre o novo filme da franquia, O Bebê de Bridget Jones. “Sim, eu engordei um pouco para o filme. Também coloquei peitos falsos e uma barriga de grávida falsa”, riu. “Bridget tem um peso completamente normal, nunca entendi porque isso importa tanto para a imprensa. Nenhum ator homem seria tão perguntado sobre isso se ganhasse peso para um papel”.

Zellweger ainda revelou porque passou vários anos afastada de papeis em Hollywood. A moça não aparece nas telas desde 2010. “Eu encontrei um pouco de anonimato de novo, e então pude me conectar às pessoas em um nível humano, ser vista e ouvida, não ter toda uma bagagem que vem comigo quando eu entro em uma sala. Você não pode ser uma boa contadora de histórias se você não tem experiências reais com as pessoas”, contou.


Bridget Jones não sabe se Batman ou Superman é o pai de seu bebê em paródia

Em O Bebê de Bridget Jones, depois de anos lutando contra a balança e tentando ter uma vida amorosa normal, a protagonista vivida por Renée Zellweger segue confiante já que sua vida está dando sinais de melhora. Tudo parece caminhar bem, exceto por um detalhe: aos 40 anos, ela descobre que está esperando seu primeiro filho.

Além de Zellweger, retorna para a comédia romântica o ator Colin Firth, como Mark Darcy, parceiro de Bridget – Hugh Grant não reprisa o papel de Daniel Cleaver. Patrick Dempsey (Grey’s Anatomy) e o cantor Ed Sheeran são as novidades do elenco.

Sharon Maguire (O Diário de Bridget Jones) dirige Bridget Jones 3, que será lançado no Brasil em 22 de setembro.

Renée Zellweger gravidíssima no primeiro trailer legendado