As primeiras previsões para o fim de semana de estreia de Procurando Dory indicam um sucesso gigantesco para a Pixar (e outro para a Disney, que está tendo seu melhor ano em muito, muito tempo). De acordo com sites de previsão, Dory deve abocanhar até US$120 milhões no primeiro fim de semana.

A estreia deve ser consistentemente maior que a do primeiro filme, lançado em 2003. Procurando Nemo arrecadou US$70 milhões na estreia, e fechou a conta com US$936 milhões ao redor do mundo – com uma previsão de estreia maior, Dory deve tranquilamente ultrapassar a marca de US$1 bilhão, se tornando o terceiro filme da Disney a alcançar o feito em 2016.

O filme também deve dar uma levantada no verão americano, que anda decepcionando com os números de X-Men: Apocalipse, Alice Através do Espelho e As Tartarugas Ninja 2.


Saiba o que acontece na primeira meia hora do filme

Na sequência de Procurando Nemo, um ano após ajudar Marlin (voz de Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, a esquecida peixinha azul (dublada por Ellen DeGeneres) precisa lidar com vários peixes do seu passado, entre eles alguns pelos quais foi apaixonada.

Hayden Rolence será a nova voz de Nemo. Entre os novos personagens, o beluga (ou baleia branca) Bailey (Ty Burrell, de Modern Family), que acredita ter um grande ferimento na cabeça, e a tubarão-baleia Destiny (Kaitlin Olson, de It’s Always Sunny in Philadelphia), vizinha de Bailey. Michael Sheen (da série Masters of Sex) também está no elenco de dubladores.

Pixar revela curta-metragem que passará antes de Procurando Dory nos cinemas

A estreia do filme está marcada para 30 de Junho no Brasil.

Assista ao trailer dublado de Procurando Dory