Após os fãs detectarem o que parece ser um casal lésbico no trailer de Procurando Dory (saiba mais), muitos seguidores da Pixar ficaram animados com a possibilidade da inclusão LGBT por parte da empresa. De acordo com a Variety, que mandou um jornalista a uma exibição teste, o casal não é confirmado no filme.

Isso acontece porque as duas mulheres aparecem muito brevemente, de passagem até. É deixado completamente no ar qual é a relação entre as duas, que nem mesmo falam no filme. A estratégia é semelhante à empregada em Zootopia, que introduziu um possível “casal gay” na pele dos vizinhos da protagonista, Judy, mas não desenvolveu a trama.

Saiba o que acontece na primeira meia hora do filme


Na sequência de Procurando Nemo, um ano após ajudar Marlin (voz de Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, a esquecida peixinha azul (dublada por Ellen DeGeneres) precisa lidar com vários peixes do seu passado, entre eles alguns pelos quais foi apaixonada.

Hayden Rolence será a nova voz de Nemo. Entre os novos personagens, o beluga (ou baleia branca) Bailey (Ty Burrell, de Modern Family), que acredita ter um grande ferimento na cabeça, e a tubarão-baleia Destiny (Kaitlin Olson, de It’s Always Sunny in Philadelphia), vizinha de Bailey. Michael Sheen (da série Masters of Sex) também está no elenco de dubladores.

Pixar revela curta-metragem que passará antes de Procurando Dory nos cinemas

A estreia do filme está marcada para 30 de Junho no Brasil.

Assista ao trailer dublado de Procurando Dory