ATENÇÃO PARA POSSÍVEIS SPOILERS DA SÉRIE A SEGUIR!

O final do segundo ano de The Flash fechou a temporada com a chocante decisão de Barry de voltar no tempo e salvar sua mãe, o que levou muitos fãs a especularem que a terceira temporada da série irá adaptar a saga Flashpoint, que “resetou” todas as linhas do tempo dos quadrinhos DC, e começou de forma idêntica.

Simplificando bastante, em Flashpoint, após voltar no tempo e salvar sua mãe, Barry acorda sem poderes. Acontece que, como no efeito borboleta, seu ato no passado mudou muita coisa sobre o futuro – ele não tem mais poderes, o The Flash não protege Central City, e Eobard Thawne/Flash-Reverso ainda está vivo.


Em Flashpoint, o “herói” de Central City quando Barry acorda é o Capitão Frio, e com o anúncio recente de que Wentworth Miller virará “um regular em todas as séries de Greg Berlanti” isso pode muito bem acontecer. Ao mesmo tempo, a aparição de Eobard nessa nova história pode explicar porque Tom Cavanagh está escalado para o terceiro ano sendo que Harry retornou para a Terra-2.

Nos quadrinhos, o The Flash se junta ao Batman para recriar as condições pelas quais ele ganhou seus poderes e “desfazer” a confusão temporal. Como a série da CW vai lidar com isso (sem o Batman), ainda é um enorme ponto de interrogação, especialmente o épico cross-over entre quatro séries que a emissora planeja em dezembro.

Final do segundo ano cumpre promessas e traz reviravolta chocante

Grant Gustin fala sobre futuro de Barry Allen na terceira temporada

A terceira temporada de The Flash começa entre setembro e outubro na TV americana. A série é exibida no Brasil pelo canal pago Warner.