Você pode nem ter notado, mas tanto o diretor Bryan Singer quanto o roteirista/produtor Simon Kinberg tiveram participações especiais em X-Men: Apocalipse. A informação foi revelada por Singer durante um podcast da revista Empire.

O cineasta também entregou que foi morto por Hugh Jackman (Wolverine) no filme: “Eu tive uma pequena participação, eu sou o cara com a metralhadora… gritando. Quando eu olho a cena, eu não consigo me reconhecer, então acho que ninguém mais conseguiria. Mas foi legal ser morto pelo Wolverine. É uma das coisas que eu posso colocar no meu currículo”.

“Foi ótimo porque Hugh Jackman já estava treinando para a nova sequência de Wolverine e nós queríamos ele no nosso filme”, continuou Singer. “No começo, ele ficou meio hesitante, mas quando eu expliquei a cena para ele e o motivo de a fazermos, ele topou – toda a conversa foi por telefone, coisa que não é muito comum. Geralmente é preciso um pouco de negociação envolvida, mas ele disse: ‘Você pode ligar para meu agente, estou dentro, eu amei’”.


X-Men: Apocalipse quase teve uma participação maior de Wolverine

X-Men: Apocalipse lidera em estreia e massacra Alice Através do Espelho

O que virá para a franquia após X-Men: Apocalipse?