Diretor de Duro de Matar detona Capitão América e adaptações de HQs: “São feitas por fascistas”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

John McTiernan, diretor de clássicos filmes de ação como Duro de Matar e O Predador, criticou duramente os filmes baseados em quadrinhos durante entrevista à Premiere France.

Segundo ele, os estúdios fazem adaptações de HQs apenas por dinheiro e esses filmes são comandados por “fascistas”:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu odeio a maioria dos grandes estúdios por razões políticas. Estou chateado desde o segundo que eles começaram a fazer esse tipo de filme, como Capitão América. Não estou brincando… O culto da masculinidade americana é uma das piores coisas que aconteceram no mundo nos últimos 50 anos. Centenas de milhares de pessoas morreram por uma ilusão idiota. Então, como é possível assistir um filme chamado Capitão América? Tudo que eles estão fazendo são adaptações dos quadrinhos. Existe ação, mas não seres humanos, são filmes feitos por fascistas. Eles estão fazendo todas essas crianças do mundo pensarem que elas nunca serão importantes o suficiente para ter um filme sobre suas vidas. Esse é um momento único na história do cinema. Uma criança costumava ser capaz de aprender como um homem ou mulher deveria agir por assistir filmes. Mas fazem quadrinhos por dinheiro”, desabafou.

McTiernan de fato deve estar chateado com Hollywood, pois está afastado do cinema há 13 anos. Seu último longa, Violação de Conduta, foi lançado em 2003.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio