Morre Abbas Kiarostami, celebrado diretor de Cópia Fiel e Gosto de Cereja, aos 76 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A agência de notícias iraniana Isna noticiou hoje (04) a morte do cineasta Abbas Kiarostami, aos 76 anos. Kiarostami era talvez o nome mais reconhecido internacionalmente do cinema iraniano, que conquistou festivais e premiações ao redor do mundo na última década.

Apesar de grandes obras nos anos 90, como O Balão Branco (1995), que roteirizou, o grande momento de revelação de Kiarostami para o público internacional foi o drama Gosto de Cereja (1997), um meditativo filme sobre um homem iraniano que viaja pelo país procurando alguém que prometa enterrá-lo embaixo de uma árvore de cerejas após ele cometer suicídio. Kiarostami levou a Palma de Ouro em Cannes pelo projeto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante os anos 2000, Kiarostami realizou obras elogiadíssimas, como Dez (2002), e seus dois filmes produzidos fora do Irã, os ótimos Cópia Fiel (2010), estrelado por Juliette Binoche, e Um Alguém Apaixonado (2012), com a japonesa Rin Takanashi. Kiarostami saiu do Irã após perseguição política do governo federal.

Segundo a mesma agência de notícias, Abbas Kiarostami morreu de complicações de uma cirurgia desenhada para tratá-lo de câncer gastrointestinal.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio