Michel Gondry confessou em entrevista ao Hollywood Reporter que ter trabalhado na nova adaptação ao cinema de O Besouro Verde (2011) foi o “pior momento de sua carreira”.

O diretor admitiu que a interferência do estúdio acabou dificultando o processo criativo do filme: “Eu trabalhei na primeira versão do filme durante vários anos. Em 1996 ou 97 eu trabalhei com Ed Neumeier, roteirista de RoboCop e Tropas Estelares, que fez um roteiro que realmente evocava ao longa original do Besouro Verde”, relembrou.

“Então, após ter trabalhado com ele por um mês e feito esboços e coisas do tipo, o executivo do estúdio, que na época era a Universal, afirmou que eles haviam engavetado o projeto. Ele me disseram, ‘Na próxima vez, escolha um projeto e tenha certeza que ele fique no topo da pilha’. Foi muito frustrante porque foi ele que me pediu para trabalhar nesse filme. Então, foi o pior momento da minha carreira”, explicou.


Quando a nova versão de O Besouro Verde foi retomada, o roteiro acabou sendo escrito por Seth Rogen, que também viveu o herói no longa, e Evan Goldberg.

O Besouro Verde teve uma bilheteria modesta, arrecadando US$ 227,8 milhões pelo mundo para seu orçamento de US$ 120 milhões.

O personagem já havia ganhado uma versão cinematográfica em 1940 e uma série de TV nos anos 60.