Power Rangers | Ranger azul original acusa Bryan Cranston de homofobia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

David Yost, que viveu o Ranger azul na série dos Power Rangers nos anos 90, não ficou nenhum pouco contente com a escalação de Bryan Cranston (Breaking Bad) como Zordon no novo filme dos heróis.

Ao ser questionado sobre o assunto no Twitter, Yost, que é assumidamente gay, acusou Cranston de homofobia por conta de uma antiga entrevista do ator:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Nada legal. Eu não sou fã de homofóbicos. https://t.co/QfJ5O60ay0. Última página, última linha. Fey (estranho)/gay = problema”, apontou o ator, se referindo a uma declaração de Cranston ao IGN.

Em março de 2009, o novo Zordon chegou a dar à publicação sua opinião sobre o Ranger Azul original: “Ele é o estranho do grupo, esse é o problema”.

No entanto, durante um evento da GLAAD, organização que luta por direitos LGBT, no ano passado Bryan Cranston se pronunciou à favor da comunidade, alegando que “é um aburso o assunto caamento gay ainda ser um tabu”.

Anteriormente, David Yost já havia confessado que o bullying sofrido por ele durante as gravações de Power Rangers eventualmente o levaram a sair da atração.

Bryan Cranston sobre diferença entre série e novo filme: “É irreconhecível”

O recomeço da franquia Power Rangers tem estreia marcada para 23 de março de 2017 nos cinemas brasileiros.

Estúdio planeja franquia com sete filmes

Você que é fã de Power Rangers não pode deixar de ver o livro digital importado Might Morphin Power Ranger. CLIQUE AQUI e confira!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio