Star Trek: Sem Fronteiras | “Escrever o filme foi uma reponsabilidade assustadora”, diz Simon Pegg

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Simon Pegg levou a sério o trabalho de escrever o novo filme da saga em que atua, Star Trek: Sem Fronteiras. Segundo ele, roteirizar o filme que marca os 50 anos da franquia foi “uma responsabilidade assustadora”.

Em entrevista ao The Guardian, o ator britânico comentou: “Nós queríamos questionar a ideia original de Star Trek. A ideia original de Gene Roddenberry era que a Frota Estelar seria como as Nações Unidas do espaço. Nós queríamos questionar como isso funcionaria, se isso seria algo bom ou apenas uma força colonizadora”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Star Trek sempre foi progressista. Olhe para o jeito que o mundo era em 1966, e você vê personagens russos, e japoneses, e negros em posições de poder na franquia – e você vê um dos primeiros relacionamentos inter-raciais, entre Kirk e Uhura”, concluiu Pegg.

Star Trek 3 chega aos cinemas brasileiros em 1ª de setembro. Este ano é comemorado o 50º aniversário de lançamento da franquia.

Atores dão detalhes da trama de Star Trek 3 em entrevista

Roteirista fala sobre semelhanças com filmes anteriores da franquia

Chris Pine, Zachary Quinto, Zoe Saldana, Karl Urban, Simon Pegg, Anton Yelchin, John Cho e Joe Taslim formam o elenco. Idris Elba faz o vilão principal, definido por ele como “inovador”, mas “clássico” – leia mais.

É guerra nas estrelas no novo trailer!

Além de Star Trek: Sem Fronteiras, a CBS Television Studios está desenvolvendo uma nova série de TV de Star Trek, que já tem estreia programada para janeiro de 2017 – veja o primeiro teaser.

Star Trek 4 já está sendo planejado, diz site

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio