Star Wars | Empresa admite culpa em acidente que quase matou Harrison Ford

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma empresa de produção britânica da Disney se declarou culpada por violações de segurança durante as gravações de Star Wars: O Despertar da Força, que resultaram em um incidente envolvendo Harrison Ford (o Han Solo).

O ator estava andando pela espaçonave Millennium Falcon quando uma porta que é operada hidraulicamente caiu e o derrubou no chão. Apesar de ter tido apenas uma perna quebrada, o acidente poderia tê-lo matado, conforme reconheceram os promotores do caso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Harrison, na época com 70 anos, foi atendido no hospital Oxfordshire, e retornou aos sets de filmagem depois de se recuperar do acidente. Ele disse não acreditar que tivesse sobrevivido, depois de conferir a nave com o diretor J.J Abrams. Alguém apertou o botão que fez com que a porta se fechasse sobre ele e afirmou que o impacto era o mesmo a de um carro de pequeno porte.

“Esse foi um acidente previsível. A Foodles Production Ltd reconhece que falhou em proteger a segurança do atores e equipe”, disse o departamento de Segurança e Saúde da Grã Bretanha. “A indústria cinematográfica britânica tem uma reputação mundialmente conhecida por produzir filmes excepcionais. Gestões de segurança durante as gravações – independente de seu status de fama – é vital para proteger os talentos dentro e fora das telas, assim como manter a reputação da indústria”.

Star Wars: Episódio 8 encerra oficialmente suas filmagens

Harrison Ford brincou sobre o acidente durante um talk-show britânico e culpou as novas tecnologias do mundo moderno.

“No primeiro filme, a porta teria sido fechada apenas por uma roldana e uma assistente faria todo o trabalho, mas agora com muito dinheiro e tecnologia, eles construíram uma porta que se fecha na velocidade da luz”.

10 coisas que você não sabia sobre Harrison Ford

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio