Warcraft – O Primeiro Encontro Entre Dois Mundos tem causado mais problemas do que soluções para a Universal. Em um esforço para melhorar o desempenho do filme nos EUA, o estúdio usou o serviço Twilio para enviar SMS promocionais do filme para milhões de usuários no país. Agora, o estúdio está sendo processado pela empresa.

O Twilio provém números de telefone para empresas, geralmente de telemarketing. No entanto, segundo uma lei americana, enviar mensagens de texto não solicitadas a clientes de operadoras de celular não é permitido. O advogado Charlie Fitzgerald III está comandando o processo, levantado por vários usuários de uma mesma rede de celulares americana.

“Olá da equipe do filme Warcraft! Você foi um dos poucos que foram escolhidos hoje para se juntar à luta. Você vai liderar a Horda ou a Aliança para a vitória?”, dizia uma das mensagens enviadas para múltiplos usuários, seguida do link da compra dos ingressos para o filme.


“O sucesso do filme na China assustou Hollywood”, diz Jackie Chan

Diretor fala da possibilidade de uma sequência

Baseado no universo de jogos World of Warcraft, o filme acompanha o conflito gerado pelo primeiro contato entre orcs e humanos, mostrando os dois lados da história. De um lado está Anduin Lothar (Travis Fimmel), o personagem principal da Aliança, que sacrificou tudo para manter salvo o povo de Azeroth, e do outro Durotan (Toby Kebbel), o principal personagem da Horda, nobre chefe do clã Frostwolf, que batalha para salvar seu povo e sua família da extinção.

Crítica | Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos

Os segredos e curiosidades de Warcraft

A direção ficou a cargo de Duncan Jones.