Angelina Jolie não vai mais estrelar a nova adaptação ao cinema de Assassinato no Expresso Oriente, clássica obra publicada por Agatha Christie em 1934.

Segundo a Variety, a atriz não chegou a assinar contrato, embora estava em negociações com a Fox para o filme, e decidiu recusar o convite. O estúdio agora está atrás de outro grande nome, sendo Charlize Theron uma das candidatas.

Kenneth Branagh, diretor de Thor e Cinderela, vai estrelar e dirigir a nova versão, escrita por Michael Green (Blade Runner 2). A trama gira em torno de um assassinato a bordo do famoso trem do título, que conta com o detetive belga Hercule Poirot para solucionar o caso, onde qualquer um dos passageiros é o potencial assassino.


No longa original de 1974, Albert Finney viveu Poirot, papel que agora deve ficar com Kenneth Branagh.

Ridley Scott, Simon Kinberg, Mark Gordon e Branagh produzem a refilmagem, sem cronograma definido.

O Assassinato no Expresso Oriente foi um sucesso de bilheteria para a época e também de crítica, tendo sido indicado a seis Oscars – Ingrid Bergman ganhou o de Melhor atriz coadjuvante.

A história já havia ganhado uma nova adaptação, mas para a TV, em 2001 com Alfred Molina e Leslie Caron nos papeis principais.