O filme Carol foi indicado a 6 Oscar, mas aparentemente as cenas de beijo entre as protagonistas Cate Blanchett e Rooney Mara são “quentes demais” para uma linha aérea americana. A edição foi notada pela primeira vez pela comediante Cameron Esposito, que usou o Twitter para denunciar.

“Assisti Carol em um avião e eles editaram o filme para que elas nunca se beijassem. Muitas meninas me responderam dizendo que achavam que esse era o corte oficial. Não, elas se beijam!”, comentou a atriz. “Aliás, o cara do meu lado estava vendo um filme em que Paul Giamatti é amarrado por uma mulher em cena de sadomasoquismo. Mas duas mulheres se beijando? Isso não pode!”.


Confira a crítica do filme

Logo em seguida, a roteirista do filme, Phyllis Nagy, entrou na polêmica, confirmando que algumas linhas aéreas exigiram o corte para passar o filme em seus aviões. “O filme não faz sentido nenhum sem a intimidade entre elas”, declarou a roteirista.

Situado na Nova York dos anos 50, o filme baseado no livro “The Price of Salt” acompanha o escandaloso relacionamento entre uma mulher rica (Cate Blanchett), presa em um casamento sem amor, com a funcionária de uma loja de departamentos (Rooney Mara).

Kyle Chandler, Sarah Paulson, John Magaro e Carrie Brownstein completam o elenco. A direção de Carol ficou a cargo de Todd Haynes, que já trabalhou com Blanchett em Não Estou Lá.