O diretor Ron Howard explica porque esperou tanto tempo para adaptar outro livro de Dan Brown após Anjos & Demônios. Em entrevista à Entertainment Weekly sobre o novo Inferno, o cineasta disparou: “Não estamos produzindo uma série”.

“Nenhum de nós assinou contrato para vários filmes. Para a gente, voltar a esse mundo é algo que só fazemos quando achamos ter algo divertido e interessante para contar”, comentou Howard. “E esse livro parecia interessante. Pareceu uma oportunidade fascinante para Tom, que interpreta um Langdon sem memória do início ao fim – dessa vez ele é parte do mistério, não só um observador”.

O diretor ainda comentou sobre O Símbolo Perdido, livro de Dan Brown que ocorre antes de Inferno na cronologia do autor. “É um livro fantástico, e tentamos adaptá-lo, mas não chegamos a um ponto em que olhamos uns para os outros e dissemos: ‘temos algo especial aqui'”, justificou. “Com Inferno e Dante Alighieri, era fascinante para mim como diretor contar a história desse homem que definiu nossa imagem de inferno e criou o nosso conceito de histórias de terror”.


“Desvende o mistério” em novo teaser do filme

Neste novo filme baseado nos livros de Dan Brown, o renomado professor de simbologia de Harvard, Robert Langdon (Tom Hanks) visita a Itália e se envolve em mais uma aventura envolvendo símbolos ocultos e corporações secretas. Dessa vez, Langdon embarca numa jornada para desvendar os mistérios do clássico da literatura “A Divina Comédia”, de Dante Alighieri.

Sidse Babett Knudsen, Omar Sy, Irrfan Khan e Ben Foster completam o elenco. Ron Howard, diretor da franquia, retoma o cargo em Inferno, que estreia em 13 de outubro no Brasil.

Confira os trailers dublado e legendado do filme