Preacher | Deus, é você? Episódio final do ano teve explosões e mortes de sobra

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ATENÇÃO PARA SPOILERS DA SÉRIE A SEGUIR!

Preacher conversou com Deus! Finalmente! Ou será que conversou? Em uma cena engraçada e bizarra na missa, Jesse fez sua “ligação” para Deus e acabou invocando um homem branco e barbado que é bem a imagem que a civilização ocidental tem do Todo-Poderoso – mas após algumas perguntas respondidas de forma suspeita, Jesse concluiu: esse não é Deus coisa nenhuma!

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O velho admitiu a farsa, dizendo que ninguém no paraíso sabia onde Deus estava, e a cidade foi à loucura. Momento certo para Preacher cortar direto para aquela sala de controle que vimos algumas vezes durante a temporada – encontramos o misterioso vigia da locação desmaiado (ou morto?), e a moça com a qual o vimos transando em outros episódios desesperada para descobrir como salvá-lo.

Com o fracasso da moça, Annville simplesmente explodiu! Não, você não leu errado. A cidade onde a primeira temporada de Preacher passou boa parte de seus episódios simplesmente foi pelos ares em “Call and Response” (1×10) – Jesse, Tulipa e Cassidy se safaram porque estavam comendo batatas fritas em outro lugar, e pegaram a estrada no finalzinho do episódio para encontrar Deus… sabe-se lá onde!

Em outras notícias…

Claro, o último episódio do primeiro ano de Preacher teve mais coisa: o Xerife Root descobriu que Cassidy é um vampiro e se divertiu descarregando todas as balas de sua arma no pobre coitado – mesmo assim, Cassidy não entregou o que aconteceu com Eugene, e por isso Root o deixou ir embora.

Além disso, Tulipa e Jesse finalmente tiveram seu momento da verdade com Carlos – em um dos flashbacks de Preacher, descobrimos que foi Carlos e sua inveja da felicidade de Tulipa e Jesse que fez com que o assalto a banco que eventualmente faria Tulipa perder seu bebê em meio à gravidez desse errado. Isso fez com que Jesse finalmente aceitasse enfiar uma bala na cabeça de Carlos, que havia sido entregue de bandeja para Tulipa anteriormente, pelos Schenks, em um momento raro de gentileza.

No entanto, assim que o protagonista de Preacher se mostrou disposto a matar Carlos por ela, Tulipa voltou atrás, dizendo que apenas a intenção de Jesse já era “a coisa mais linda que já fizeram por mim”. Que belo romance, não? Claro, Jesse e Tulipa ainda aplicaram uma boa de uma surra em Carlos, porque essa é Preacher – e nós não a amaríamos de outra forma.

Tulipa em Preacher
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio