O fracasso de público e crítica do reboot de Quarteto Fantástico tiraram as expectativas de uma grande adaptação dos quadrinhos para o cinema. Praticamente um ano depois, o roteirista Jeremy Slater compartilhou o que havia elaborado antes de Simon Kinberg e Josh Trank terem reescrito boa parte do roteiro.

Em entrevista ao Screen Crush, ele revela que o filme incluiria grandes vilões, como Annihilus, e batalhas de proporções épicas: “Além de Annihilus e a Zona Negativa, teríamos Doutor Destino declarando guerra ao mundo civilizado, Toupeira liberando um monstro geneticamente modificado no centro de Manhattam, uma incursão na Baxter Foundation, um final à la O Resgate do Soldado Ryan com um exército de Doombots em uma Latveria devastada pela guerra e uma cena pós-creditos com Galactus e o Surfista Prateado destruindo um planeta inteiro”.

“Tínhamos monstros, aliens, Fantasticarros e um robô fofo e esférico chamado H.E.R.B.I.E., basicamente um BB-8 dois anos antes dele existir. O problema disso tudo é que seria extremamente caro”, ressaltou.


Ainda sob efeito da bilheteria pouco expressiva dos dois filmes anteriores, o investimento alto no reboot de Quarteto Fantástico não parecia valer a pena aos produtores, que cortaram boa parte dessas inclusões.

Quarteto Fantástico 2 ainda está nos planos da Fox, diz roteirista

O recomeço da franquia Quarteto Fantástico, que aconteceu em agosto do ano passado, faturou apenas US$ 167 milhões pelo mundo para seu orçamento de US$ 120 milhões.

Leia a crítica de Quarteto Fantástico