Ligeiramente Grávidos pode ter sido um sucesso em 2007, quando chegou aos cinemas pela primeira vez, mas quase 10 anos depois o filme está provocando controvérsia. Isso porque, em uma entrevista, a estrela Katherine Heigl contou que, olhando para trás, desejaria não ter feito o filme.

Seth Rogen compara os pênis de Orlando Bloom e Justin Bieber em entrevista

“Sinto que ele pinta as mulheres como sem humor e certinhas, e os homens como patetas amáveis. O roteiro exagera muito os personagens, e alguns dias das filmagens isso foi difícil para mim. Eu interpreto uma ‘vaca’ tão enorme. Porque ela é assim? Porque é assim que você mostra as mulheres?”, se perguntou Heigl em entrevista à Vanity Fair.


Em visita ao programa de rádio de Howard Stern, Rogen respondeu à fala da atriz. “Enquanto fazíamos o filme, sinceramente, eu pensei ‘eu faria uma dúzia de filmes com essa mulher. Nós seremos a versão século XXI de Tom Hanks e Meg Ryan'”, comentou o ator. “Para mim foi tudo muito divertido, tínhamos uma boa química, as pessoas nos achavam engraçados juntos – e só depois fui ouvir que ela não gostou do produto final, e nem do processo!”.

Logan Lucky | Daniel Craig e Katherine Heigl no novo filme de Soderbergh

“Mas eu não quero que esses comentários machuquem a carreira dela de forma alguma. Mesmo porque eu já disse um milhão de coisas estúpidas e nunca machucou minha carreira”, riu o ator. “Se ela está sendo sincera sobre isso, as únicas pessoas que deveriam parar e pensar sobre o que ela disse são eu e Judd [Apatow]. É de nós que ela está falando”.