Donald Ranvaud, o produtor britânico que teve mão em vários clássicos do cinema brasileiro e era conhecido por incentivar a produção cinematográfica em toda a América Latina, morreu subitamente durante o Festival de Montreal, onde estava como jurado.

Ranvaud tinha 62 anos. Seus créditos incluíam trabalho em Cidade de Deus, Central do Brasil, Lavoura Arcaica, Cidade Baixa e Madame Satã, entre outros filmes nacionais. Ele morava no Brasil desde 1994.

Cidade de Deus está entre os 100 melhores filmes do século XXI


Donald Ranvaud era também jornalista, fundando e contribuindo para a revista Framework entre 1975 e 1988, e mais tarde colaborando com veículos como The Guardian, Cahiers du Cinema e American Film.

Antes de vir ao Brasil nos anos 90, Ranvaud se destacou por incentivar outro mercado estrangeiro de cinema: o chinês. Ele teve crédito em um dos grandes clássicos do país, Adeus Minha Concunbina.