A segunda edição do Prêmio Netflix, criado pela plataforma de streaming em 2013 no Brasil, teve início nesta terça-feira (13), com o estrelado júri liberando os 10 filmes selecionados para o público de todos os 190 países cobertos pela Netflix.

A iniciativa é uma tentativa de promover a diversidade do cinema brasileiro – são todas produções independentes nacionais, das quais serão escolhidas duas vencedoras. Uma será eleita por voto popular, e outra pela escolha do júri.

Os atores Alice Braga e Fabrício Boliveira, os diretores Cesar Charlone e Fernando Andrade, a cineasta Adriana Dutra e os influenciadores Hugo Gloss e Lully de Verdade compõem o painel.


A votação fica aberta até o dia 3 de outubro – confira todos os filmes concorrentes e vote neste link.

“Mais de 45% dos nossos usuários em toda a América Latina acessa regularmente conteúdo produzido no Brasil, o que mostra que damos exposição internacional para essas produções. Tenho certeza que o Prêmio Netflix vai ampliar isso”, comentou o presidente de conteúdo Ted Sarandos em declaração oficial.

Em 2013, o vencedor do Prêmio Netflix foi o romance Apenas o Fim, de Matheus Souza.