Nicolas Cage desiste de dirigir e estrelar filme por conta de depressão

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nicolas Cage desistiu de dirigir, e pode nem mesmo atuar, no filme Vengeance: A Love Story. Tudo graças à depressão em que o ator entrou após receber o pedido de divórcio de sua esposa, mãe do filho Kal-El Cage, de 10 anos.

“Pouco depois do começo das filmagens, Nic começou a aparecer no set cheirando a cigarro, de ressaca, porque andava bebendo. Seu cabelo estava caindo e ele estava acima do peso, com um aspecto terrível”, relatou a fonte da revista Star.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ex-coordenador de dublês Johnny Martin assumiu a direção por Cage.

A trama de Vengeance: A Love Story acompanha as consequências de um estupro em grupo, cuja vítima, uma mãe solteira de 30 e poucos anos, foi deixada para morrer numa garagem de barcos. A única testemunha do ataque foi a própria filha da mulher, mas que tem a credibilidade questionada no julgamento do crime. Um policial e veterano da Guerra do Golfo, no entanto, se torna a salvação inesperada da família.

Esta seria a segunda empreitada de Nicolas Cage na direção após Sonny (2002). Com roteiro adaptado por John Mankiewicz (House of Cards), Vengeance: A Love Story segue sem cronograma definido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio