Kirsten Dunst, recém-indicada ao Emmy pela performance em Fargo, deve estrear na direção de longas-metragens com uma adaptação de A Redoma de Vidro, clássico livro de Sylvia Plath que retrata de forma pungente a depressão.

A novidade desta sexta-feira (04) é que Dunst escalou Patricia Arquette, vencedora do Oscar por Boyhood, e a jovem Bel Powley (O Diário de Uma Adolescente) para completar o elenco. Jesse Plemons, também de Fargo, havia se juntado ao filme algumas semanas atrás.

Remake de O Estranho Que Nós Amamos com Dunst no elenco ganha data de estreia


Dunst escolheu a ex-estrela mirim Dakota Fanning para estrelar sua adaptação na pele de Esther Greenwood, uma jovem americana nos anos 50 que vive em Nova York e tem um estágio em uma revista de prestígio. Quando ela retorna para sua cidade-natal de Boston após sua vida desmoronar, no entanto, Esther começa a sofrer de problemas mentais.

Dunst dirigiu anteriormente dois curtas-metragens, e apareceu pela última vez nos cinemas em Destino Especial/Midnight Special, um dos nossos 10 melhores filmes do ano até agora – confira a lista completa aqui.