Aaron Sorkin, roteirista de Steve Jobs, teme futuro após vitória de Trump: “É um porco com ideias perigosas”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Aaron Sorkin escreveu uma carta em movimento para sua filha adolescente e sua mãe, Julia Sorkin, na quarta-feira (09) após a vitória de Donald Trump na eleição presidencial.

Na carta dirigida a “Sorkin Girls” e publicada na Vanity Fair, o criador da série The Newsroom escreveu que se sentia impotente ao ver Trump derrotar Hillary Clinton e que as lágrimas da filha o estimularam a agir.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Bem, o mundo mudou tarde na noite passada de uma maneira que eu não poderia nos proteger. É um sentimento terrível para um pai. Isso é realmente horrível”, escreveu Sorkin. “Não é a primeira vez que meu candidato não ganha (na verdade é a sexta vez), mas é a primeira vez que um porco completamente incompetente com idéias perigosas, um transtorno psiquiátrico grave, sem conhecimento do mundo e sem curiosidade para aprender chega ao poder.”

O roteirista ganhador do Oscar por A Rede Social também pediu aos leitores para “sair da cama” e agir: “Nós vamos lutar. Nós não somos impotentes e não estamos sem voz”, declarou.

Super-heróis reagem furiosos à eleição de Donald Trump em vídeo engraçado
Law & Order: SVU adia episódio inspirado em Donald Trump para 2017

“Nós nos envolvemos. Fazemos o que podemos para lutar contra a injustiça em qualquer lugar que a vejamos. Nossa família está bastante isolada com os efeitos de uma presidência comandada por Trump, então lutamos pelas famílias que não estão.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio