Fome de Poder | Criador do McDonald’s era como Donald Trump, diz atriz

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fome de Poder (The Founder), a cinebiografia do fundador do McDonald’s estrelada por Michael Keaton (Birdman, Spotlight), participou da convenção The Contenders, que o site Deadline faz anualmente para reunir a equipe responsável pelos candidatos ao Oscar 2017.

Laura Dern estava presente, e contou de que forma relaciona a história de Ray Kroc com uma muito mais contemporânea. “Ele tinha um fogo que desafiava e machucava a compaixão das pessoas ao redor dele. Isso é algo que temos visto em todo o lugar ultimamente”, disse ela, se referindo à Donald Trump, candidato republicano à presidência.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu tive sorte de poder testemunhar o trabalho incrível que Michael fez nesse filme. Ele tinha os olhos de alguém que havia se perdido dentro de si mesmo quando estava interpretando Ray”, disse ainda a atriz.

Oscar 2017 | Confira as nossas apostas

Na linha de A Rede Social e Sangue Negro, o longa contará a história de como o vendedor Ray Kroc (Michael Keaton) se aliou a dois irmãos, Richard and Maurice “Mac” McDonald, para lançar o que se tornaria um cadeia de fast food internacional que agora atende 68 milhões de consumidores todos os dias.

Michael Keaton inventa o McDonalds em primeiro trailer do filme

Laura Dern (Livre, Jurassic Park) viverá Ethel, a negligenciada primeira esposa de Kroc, de quem ele se divorciou em 1961. Patrick Wilson, Linda Cardellini, Nick Offerman, John Carroll Lynch e B.J. Novak completam o elenco.

Dirigido por John Lee Hancock (Um Sonho Possível), que já comandou a cinebiografia da escirtora P.L. Travers em Walt nos Bastidores de Mary Poppins, Fome de Poder será lançado em 16 de dezembro nos EUA, na temporada pré-Oscar, e chega ao Brasil em 23 de março de 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio