The Girl in the Spider’s Web (A Garota na Teia de Aranha), a continuação de Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres, está a caminho com o roteirista Steven Knight (Aliados), e o roteirista falou pela primeira vez de seu trabalho no projeto.

“Esse roteiro foi uma comissão, no sentido em que li o livro a pedido do estúdio e desenhei onde queria que minha trama fosse. Escrevi um rascunho e eles me devolveram com algumas sugestões, que eu acatei. Foi divertido porque a personagem principal é incrível”, comentou.

“É claro que é uma sequência, não podemos ignorar o que aconteceu no primeiro. Pulamos alguns livros no meio, no entanto, então deverão haver alguns ajustes. O mais interessante é Lisbeth, você pega essa personagem central forte e constrói uma história ao redor dela”, disse ainda.


A Garota na Teia de Aranha foi publicado este ano por David Lagercrantz, que substituiu o criador da saga sueca, Stieg Larsson, falecido em 2004.

No romance, Lisbeth Salander (feita por Rooney Mara na versão americana) e o jornalista Mikael Blomkvist (Daniel Craig) se reúnem para enfrentar uma terrível ameaça aos Estados Unidos.

Lançado em 2011, Os Homens que Não Amavam as Mulheres foi a versão cinematográfica norte-americana da popular série literária sueca – que já havia ganhado uma adaptação própria em sua terra natal – e gerou US$ 230 milhões para seu orçamento de US$ 90 milhões. O longa para maiores de idade recebeu ainda cinco indicações ao Oscar.