Star Trek | Roteirista quer criar universo cinematográfico da franquia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Roteirista de Star Trek: Sem Fronteiras, Doug Jung conversou com a Entertainment Weekly sobre a possibilidade de expandir a franquia para filmes que não se localizam na série principal – ou seja, criar um universo cinematográfico de Star Trek.

“É uma franquia que pode dar suporte para uma variedade enorme de filmes. Os filmes de Star Trek são esses épicos de ação, mas porque não fazer algo mais no estilo suspense, como um A Hora mais Escura no espaço? Ou então introduzir personagens mais jovens, saindo ou entrando na academia da Frota Estelar? Eles estão fazendo uma parte disso com a nova série, Discovery, mas por que não criar todo um universo cinematográfico?”, questionou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Star Trek: Discovery, nova série de TV da franquia, se passará 10 anos antes da missão do Capitão Kirk, funcionando portanto como um prelúdio da série original, e terá uma protagonista feminina.

Roteirista dos filmes antigos escreverá episódio da nova série

Nova série terá protagonista feminina e personagem gay

O reboot de Star Trek na TV introduzirá novos personagens, mas que continuarão procurando novos mundos e novas civilizações, enquanto vai explorar temas contemporâneos, seguindo a mesma linha da série original dos anos 60. O novo seriado será o primeiro de Star Trek a entrar em produção desde o final de Enterprise, em 2005.

Veja a primeira imagem da Enterprise da nova série

Star Trek: Discovery irá ao ar primeiro pelo canal americano CBS. Os próximos episódios depois serão exibidos no serviço de streaming da emissora, o CBS All Access, e também pela Netflix.

Veja primeiro teaser da série de TV

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio