Assassin’s Creed pode fazer estúdio perder US$100 milhões, aponta site

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O fracasso de Assassin’s Creed nas bilheterias pode custar caro à Ubisoft, produtora dos jogos que investiu no filme – cerca de US$100 milhões, para ser mais exato.

O número, levantado pelo The Hollywood Reporter, leva em consideração que na primeira semana nos principais mercado do mundo o filme fez apenas US$42 milhões, contra os US$125 milhões de orçamento, mais investimentos em marketing.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Assassin’s Creed “é fantasia, mas é plausível”, segundo Marion Cotillard

Na trama, Michael Fassbender é Callum Lynch, capaz de desbloquear suas memórias genéticas através de uma tecnologia revolucionária e experimentar as aventuras de seu antepassado, Aguilar, no século 15 na Espanha. Callum descobre que é descendente de uma misteriosa sociedade secreta, os Assassinos, e acumula incrível conhecimento e habilidades para derrubar a opressiva e poderosa organização Templários nos dias de hoje.

Segundo o produtor de Assassin’s Creed, em torno de 65% da trama se passa no presente, e 35% na Espanha do século XV – leia mais.

A 20th Century Fox e Ubisoft Motion Pictures vão lançar a versão do game para os cinemas em 5 de janeiro de 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio