Participante de RuPaul’s Drag Race faz história ao ser considerada para indicação ao Oscar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kelly Mantle acabou de fazer história no prêmio mais cobiçado de Hollywod, o Oscar – sem sequer ser nomeada.

Mantle pode ter terminado no último lugar na sexta temporada de RuPaul’s Drag Race, mas a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas confirmou a Entertainment Weekly que o artista é o primeiro ator na organização, com 89 anos de existência, em ter sido apresentado – e considerado – para uma nomeação nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Atriz Coadjuvante.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sob as atuais regras da academia, Mantle só pode ser nomeado em uma categoria por sua performance, embora ele seja o único intérprete a ter sido repensado para uma indicação em ambas as linhas de gênero.

De acordo com os requisitos da Acedemia, até dez atores e atrizes por filme elegível podem ser submetidos para consideração nos campos de atuação de gênero, e Mantle foi submetido a ambos a critério dos criadores do filme independente Confessions of a Womanizer, no qual ele interpreta uma prostituta transgênera chamada Ginger.

Embora Confessions of a Womanizer, que também estrela C. Thomas Howell e Gary Busey, originalmente entrou no circuito de cinema indie em 2014, a qualificação para o Oscar começou apenas nesta quarta-feira (07) em Los Angeles.

Mantle comemorou notícia no seu Instagram – confira:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio