Robin Hood | Nova versão é “como um filme de guerra”, diz Taron Egerton

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Taron Egerton conversou com a Collider sobre Robin Hood: Origins, uma nova versão da lenda clássica do ladrão que rouba dos ricos para dar para os pobres. Segundo ele, a “reimaginação” do personagem é bem diferente do tradicional.

“Não é um Robin Hood reconhecível. A história de Robin Hood é a de um cara limpo e santinho, que usa roupas coladas e anda com homens animados e dançantes, como o desenho da Disney. Isso não é o que estamos fazendo. Nosso filme é sombrio e muito engraçado, mas uma versão revisada da história”, comentou Egerton.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“É como um filme de guerra. Robin não é um cara perfeito no filme, e é isso que eu gosto no personagem. Ele não é um herói clássico, ele comete muitos erros”, completou.

Robin Hood vai ganhar versão futurista

Egerton vai interpretar o papel-título, um soldado que retorna das Cruzadas e forma um grupo de foras da lei para lidar com a corrupção da monarquia. Jamie Foxx interpretaria Little John, fiel companheiro de Robin, e Dornan faria Will Scarlett, meio-irmão do herói.

Eve Hewson, filha de Bono Vox e atualmente estrelando a série The Knick, está escalada para viver Maid Marian, o interesse romântico de Robin Hood. Jamie Foxx será Little John e Jamie Dornan será Will Scarlett.

Otto Bathhurst (Peaky Blinders) está preparado para dirigir, baseado em roteiro de Joby Harold (Rei Arthur: A Lenda da Espada).

Robin Hood: Origins está marcado para 23 de março de 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio