Silence | “Frustrante e assombroso”, dizem primeiras impressões de filme de Scorsese

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As primeiras impressões sobre Silence, novo filme de Martin Scorsese, foram divulgadas através do Twitter, e se elas podem ser tomadas como base para o alarde que o filme fará, pode-se afirmar que o barulho será muito.

Embora algumas poucas pessoas tenham classificado o filme como “frustrante”, boa parte das críticas enalteceu a atuação dos atores principais e o trabalho de direção de Scorsese – houve quem dissesse que Silence é um dos seus maiores filmes:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Ok, conversa séria: Silence é frustrante” 

Silence é absolutamente impressionante. Merece ser comparado às melhores obras de Ingmar Bergman. Um filme sério sobre a fé sob fogo cruzado.”

“Eu vou falar isso em relação à Silence. Andrew Garfiel é extraordinário em sua articulação de não querer perder a fé que lhe devotam.” 

“Eu vi Silence duas vezes hoje. Na primeira vez, eu estava capturado, impressionado, movido. Na segunda vez eu estava em lágrimas. Um dos melhores filmes do Scorsese.”

Silence é um torturado e fascinante exame da fé em todas as suas formas. Um valoroso contraponto ao filme do Shinoda. Ser judeu é tranquilo.”

Filme é “brutal e violento”, diz Andrew Garfield

Outra novidade em relação ao filme foi a disponibilização de parte de sua trilha sonora, assinada por Kim Allen e Kathryn Kluge; e de um pôster utilizado no Reino Unido na sua divulgação.

No filme, o quarteto de peso formado por Liam Neeson, Andrew Garfield, Adam Driver e Ciarán Hinds interpreta padres jesuítas que foram recebidos com perseguição quando foram ao Japão tentar “espalhar sua fé”, no século XVII.

O drama marca a retomada da parceria entre Scorsese e o roteirista Jay Cocks, de Gangues de Nova York. A estreia americana de Silence acontece no dia 23 de dezembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio