Doutor Estranho | Diretor não leu críticas ao filme para “manter sua saúde mental”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Scott Derrickson, diretor de Doutor Estranho, revelou em entrevista ao CBR que não leu as críticas ao filme para preservar sua “saúde mental e emocional”.

“Eu meio que fechei as cortinas”, conta o cineasta. “Quando vi que a maioria das críticas foram positivas, eu não as li. Eu fiquei sabendo que o filme teve 90% [de aprovação] no Rotten Tomatoes, e que a bilheteria foi enorme. Nesse momento, eu meio que me desliguei e tentei não prestar muita atenção em nada, pela minha própria saúde mental e emocional”, confessou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Apesar de ignorar os críticos, Derrickson admite que pelo menos ficou de olho na reação do público no Twitter.

“Eu posso presumir, com base em alguns comentários do Twitter, que as pessoas tiveram uma experiência que foi além de suas expectativas, e esse sempre foi o objetivo. Criar personagens com que o público se importasse, com ideias de certo peso e significado, e um filme uma experiência visceral. E parece que, baseado no pouco feedback que observei, isso aconteceu”, finalizou.

Doutor Estranho 2 | Diretor fala sobre suas ideias para a continuação

Com pouco mais de US$ 650 milhões na bilheteria mundial, Doutor Estranho se tornou o sétimo filme da Marvel a aparecer entre as 100 maiores bilheterias mundiais de todos os tempos.

Doutor Estranho deve retornar em Vingadores: Guerra Infinita, que estreia em abril de 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio